Conteúdo

Engenheiros da Williams queriam tirar toda a tinta do carro para diminuir peso

3 de maio de 2022

(por Mattheus Prudente)

Um dos maiores problemas das equipes de Fórmula 1 no início desta temporada é o peso dos carros, e algumas estão com soluções “criativas” para tentar diminuir o peso, como tirar tinta em pontos específicos da pintura. No entanto, os engenheiros da Williams queriam ir além, e remover toda a tinta do carro. 

Quando perguntado sobre essa possibilidade, o diretor de performance do carro, Dave Robson, disse que isso foi sim cogitado. 

“Claro que foi.” Disse Robson, rindo. “É quando a engenharia vai de encontro com o marketing. Nós todos queremos que o carro fique bonito, e entendemos que a pintura dá uma ideia do que é a marca.” Completou. 

A Williams começou a retirar tinta do carro no GP da Austrália, e outras mudanças foram vistas durante o GP da Emilia Romagna. Além deles, outras equipes também fizeram isso, como é o caso de Red Bull, McLaren e Aston Martin, que ainda buscam o peso ideal de seus carros para esta temporada. 

Com todo o grid sofrendo com o peso do carro, começam a surgir reclamações das equipes de que a Fórmula 1 errou ao definir o peso mínimo para esta temporada. Robson afirmou que o carro está “consideravelmente” mais leve desde as mudanças na pintura, e explicou que a remoção da tinta é algo “mais barato e rápido” do que tentar achar outras soluções para o peso. 

“A pintura é mais do que apenas uma decisão dos engenheiros, mas eu imagino que seja mais caro e demorado achar outra solução para isso. Se estivermos felizes com a nova pintura do carro, é melhor usar o dinheiro da engenharia para deixá-lo mais rápido.” Disse Robson.