Conteúdo

Embiid e Murray “cinquentões" nas vitórias de 76ers e Nuggets, Chris Paul dá show no triunfo dos Suns e mais

20 de fevereiro de 2021

(por Rafael Lima e Cassiano Pinheiro)
 

Confira tudo sobra a sexta-feira (19/02) da NBA:

 

Chicago Bulls 105 x 112 Philadelphia 76ers

O Philadelphia 76ers mostrou para o Chicago Bulls que é a principal força do leste na atualidade. Mesmo sem Ben Simmons, a equipe chegou à sua 20ª vitória apostando na força defensiva e na total dominância no garrafão, demonstrando que rebotes podem fazer a diferença em uma partida. 

O grande responsável por isso foi Joel Embiid, que fez uma das melhores atuações de sua carreira, batendo inclusive seu recorde pessoal de pontos, para superar um valente Chicago Bulls com Zach LaVine novamente sendo uma máquina de pontuar.

Philadelphia pontuou mais em todos os quartos, mas o jogo não foi nada fácil para os Sixers, no quarto período os Bulls chegaram a tomar a liderança, mas Embiid rapidamente tratou de recuperar a frente no placar e garantir o triunfo dos líderes da conferência.

Joel Embiid anotou 50 pontos, pegou 17 rebotes e deu 5 assistências. O companheiro que mais auxiliou o camaronês foi Tobias Harris, que fez 22 pontos, coletou 12 rebotes e cedeu 7 assistências. Pelo Chicago Bulls, como já mencionado, LaVine foi a estrela solitária com 30 pontos, 5 rebotes e 5 assistências.

 

Denver Nuggets 120 x 103 Cleveland Cavaliers

Domínio completo e absoluto do Denver Nuggets em Cleveland. A equipe se aproveitou das diversas fragilidades ofensivas e defensivas do adversário para tomar conta desde o princípio. Foi um show na intensidade inicial e, principalmente, uma partida gigante de Jamal Murray no ataque. O armador pontuou de todas as formas possíveis e esteve impossível de ser marcado, atuando na transição em velocidade e partindo para cima com a certeza que faria a cesta. 

A outra estrela da franquia, Nikola Jokic, não esteve tão bem como em outras jornadas, mas, como um “assassino silencioso”, de repente anotou mais um triplo-duplo para a sua galeria.

Vitória maiúscula de Denver com Murray anotando 50 pontos, Jokic marcando 16 pontos, 12 rebotes e 10 assistências e Michael Porter Jr contribuindo com 22 pontos e 7 rebotes. Do lado dos Cavs, o cestinha foi Collin Sexton com 23 pontos.

 

Atlanta Hawks 109 x 121 Boston Celtics

Depois de perderem para o Atlanta Hawks, os Celtics foram ao TD Garden dispostos a conseguir sua revanche. E, como uma das equipes mais bipolares da liga, Boston jogou muito bem defensivamente no primeiro tempo para acabar com as chances dos visitantes logo na metade do confronto, já que o placar apontava 66 a 41 no intervalo. 

Além da defesa, o responsável pelos dois primeiros quartos arrasadores foi Kemba Walker, que foi para o vestiário com 20 pontos, demonstrando um belo aproveitamento do perímetro (4/6).

No segundo tempo os Celtics administraram a vantagem, não correram riscos, contaram com um bom desempenho de Jayson Tatum e um coletivo que sabia o que tinha de fazer para conquistar a vitória com tranquilidade.

Com já mencionado, Kemba Walker (28pts, 5reb e 6ast) e Jayson Tatum (25pts, 8reb e 6ast) foram os principais nomes celtas na partida. Por Atlanta, praticamente só Trae Young jogou. O armador foi o cestinha da partida com 31 pontos e ainda deu 11 assistências.

 

Detroit Pistons 95 x 109 Memphis Grizzlies

Jogando em casa, os Grizzlies aproveitaram a fragilidade dos Pistons e resolveram o jogo logo no início. Memphis mais do que dobrou a pontuação adversária no primeiro quarto, fazendo 35-17 na parcial. Em dois momentos, um no terceiro e outro no quarto período, os Pistons  chegaram a cortar bem a vantagem, mas nunca conseguiram dar o bote final e o Grizzlies foram bem superiores durante grande parte do confronto. 

Ja Morant foi o cestinha do duelo com 29 pontos e o pivô Jonas Valanciunas manteve a boa fase tendo mais um bom jogo anotando 17 pontos e pegando 15 rebotes.

 

Oklahoma City Thunder 85 x 98 Milwaukee Bucks

Sai zica! Os jogadores e fãs dos Bucks devem ter se sentido desta forma após a boa vitória sobre o Thunder. O triunfo representou o fim de uma sequência incômoda de cinco derrotas seguidas.

Apesar do início um pouco lento, depois do segundo quarto os Bucks engrenaram e, na volta do intervalo, chegaram a abrir mais de 20 pontos de diferença. 

Giannis liderou o time com ótimos 29 pontos e 19 rebotes e Middleton também foi muito bem com 20 pts e 8 rbts. Do lado do Thunder pouco a se destacar para o time que fez somente 85 pontos em uma partida de NBA, mas Lu Dort foi bem, sempre muito raçudo o ala-armador marcou 17 pontos e foi o cestinha de OKC.

 

Phoenix Suns 132 x 114 New Orleans Pelicans

Show de assistências de Chris Paul e último quarto absurdo de Phoenix, podemos resumir assim a vitória de ontem dos Suns.

Jogo muito bom e disputado, as equipes trocavam ataques e foi somente no terceiro período que os Pelicans conseguiram se desgarrar um pouco. O trio Ingram, Ball e Zion foi bem e todos fizeram 21 ou mais pontos. 

Os Suns começaram o último quarto com uma desvantagem de 13 pontos (91-104), mas aí o time explodiu e simplesmente tudo dava certo, Chris Paul deu show, matando bolas muito difíceis tanto do perímetro quanto próximo ao garrafão, além disso armou muito bem o time, conseguindo seu número mais alto de assistências na temporada (19), quando CP3 não dava a assistência a bola vinha dele e depois com um passe extra, Phoenix desnorteava totalmente a defesa de New Orleans. 

Os Pelicans marcaram somente 12 PONTOS no quarto período, enquanto os Suns marcaram 41 para sacramentar a ótima vitória, são 8 triunfos nos últimos 10 jogos e a quinta posição no Oeste.

 

Toronto Raptors 86 x 81 Minnesota Timberwolves

Jogo estranho com pontuação baixa e muita irregularidade de ambas as equipes. Os Raptors conseguiram colocar mais uma vitória na conta e continuam nessa boa toada de recuperação na temporada, mas foi de um jeito bem estranho. 

O time de Toronto, radicado em Tampa Bay, até começou bem, fazendo um bom primeiro tempo e dominando a partida, porém, o terceiro quarto dos canadenses foi praticamente um desastre, nos últimos 8 minutos do período os Raptors anotaram somente 4 PONTOS e viram os Wolves virarem o marcador. Para completar os minutos de caos, praticamente na última posse do quarto o calouro Anthony Edwards recebeu na zona morta, cortou para o meio e simplesmente colocou o japonês Yuta Watanabe em um pôster absurdo, uma enterrada sensacional que com certeza vai concorrer para a enterrada do ano.

Mas, depois desses minutos de pânico, os Raptors se recuperaram no último período e conseguiram a vitória. Destaque para o cestinha Norman Powell com 31 pontos. 

Essa foi a sétima vitória dos Raptors nos últimos 10 jogos.

 

Golden State Warriors 120 x 124 Orlando Magic 

Confira como foi o show de Vucevic na vitória do Magic: https://www.playmakerbrasil.com.br/noticia/com-triplo-duplo-de-nikola-vucevic-orlando-magic-se-recupera-para-vencer-o-golden-state

 

Utah Jazz 112 x 116 Los Angeles Clippers

Veja como o Los Angeles Clippers acabou com a sequência de vitórias do Utah Jazz: https://www.playmakerbrasil.com.br/noticia/clippers-contam-com-boa-partida-de-kawhi-leonard-para-frear-sequencia-do-jazz