Conteúdo

Em visita a Israel, Gianni Infantino considera possibilidade do país sediar a Copa do Mundo

14 de outubro de 2021

(Por Diego Dias)

A FIFA levantou a possibilidade de Israel sediar a edição de 2030 da Copa do Mundo, em visita de dois dias do presidente Gianni Infantino ao país, em comitiva com o primeiro-ministro israelense Naftali Bennett e do presidente Isaac Herzog.

"É preciso ter visão, sonhos e ambições." disse Infantino quando questionado sobre o país receber um evento de grande magnitude organizado pela entidade. "Nos últimos meses, estive em Dubai durante o encontro da federação dos Emirados Árabes Unidos (UAEFA) e de Israel (IFA), que fizeram um acordo histórico. Penso que uma co-sede é algo futuro, então por que não sonhar? Já que o intuito é exatamente promover a união dos torcedores de diversas nações. E nós queremos estabilizar a paz na região." completou.

Em nota oficial, o gabinete do premiê israelense reiterou o interesse da FIFA em realizar uma segunda edição da Copa no Oriente Médio, seguindo a edição de 2022 que será no Qatar. A ideia seria organizar o evento em 2030, possivelmente com os Emirados Árabes como sede principal e Israel recebendo algumas partidas da fase de grupos.

Recentemente, o Estado de Israel firmou acordo de normalização das relações com EAU, Bahrein, Marrocos e Sudão, mediados pelo então presidente dos EUA Donald Trump. Os eventos foram parte do acordo mútuo conhecido como "Os Acordos de Abraão" e estabeleceram entre outras medidas o livre acesso, a retomada dos voos diretos, e o estreitamento diplomático entre os cinco países.

A Copa de 2026 também será em sede conjunta, com EUA, Canadá e México recebendo os jogos. A FIFA pretende anunciar a sede de 2030 daqui três anos.