Conteúdo
×

Error message

Image resize threshold of 10 remote images has been reached. Please use fewer remote images.

Em partida marcada por agressão de LeBron, Lakers contam com boa atuação de Anthony Davis e viram sobre os Pistons

22 de novembro de 2021

(por Leonardo Costa)

Com um final fulminante, os Lakers conseguiram a virada sobre os Pistons e voltaram a vencer na liga após três derrotas seguidas.

O ponto baixo do duelo foi a agressão de LeBron James, que acertou uma cotovelada em Isaiah Stewart, abrindo um corte no supercílio do jogador de Detroit, que ficou possesso e precisou ser contido inúmeras vezes. Após revisão, ambos os jogadores foram ejetados da partida.

Precisando entrar no eixo e com seu time considerado titular em quadra, os Lakers tiveram uma boa oportunidade de triunfo ao enfrentar os Pistons, dono de uma das piores campanhas deste início de temporada. O começo foi mais equilibrado do que o imaginado, com as duas equipes respondendo imediatamente a pontuação da outra.

Apesar de terminar o primeiro quarto na liderança (30x26),  a equipe de Los Angeles não conseguiu se desgarrar no placar em nenhum momento. LeBron, Davis e Westbrook eram, sem surpresas, as peças ofensivas mais acionadas, enquanto que os Pistons o jogo estava um pouco distribuído.

No segundo quarto, os donos da casa assumiram a liderança pela primeira vez na partida após cesta de três de Frank Jackson e logo chegaram a sete pontos após bonita combinação entre Josh Jackson e Diallo. Os Lakers responderam com cinco pontos seguidos de Dwight Howard e outros seis de Carmelo Anthony, voltando à liderança do embate.

Após algumas trocas de liderança, Jerami Grant mostrou muita pontaria e acertou quatro bolas do perímetro seguidas, em uma run score dos Pistons de 12 a 0. Pouco antes do fim do quarto, Howard diminuiu o prejuízo e sua equipe foi para os vestiários perdendo por sete pontos.

Na volta do intervalo, Grant seguia “on fire” e os Pistons abriram 12 pontos de vantagem. Eis que, após disputa por espaço durante a cobrança de um lance-livre, LeBron acerta uma cotovelada inconsequente em Stewart, causando uma confusão generalizada e um rosto do jogador de Detroit cheio de sangue. Os dois acabaram ejetados, e a pergunta que fica no ar é: a liga terá a coragem de fazer o certo e punir o astro dos Lakers?

Fato é que, com a expulsão de LeBron, coube a Davis chamar a responsabilidade e buscar a virada, mas os Pistons não se abalaram e mantinham uma diferença considerável no placar, acima dos dez pontos, e foram para o quarto decisivo com o placar favorável de 99 a 84.

Os 15 pontos de desvantagem dos Lakers, logo caíram para nove e depois para quatro. Além de Davis, Westbrook começou a ser mais decisivo, ao tempo que os rivais abusaram dos erros. Faltando pouco mais de dois minutos para o fim do duelo, AD vira o placar e ampliou logo na sequência. Por fim, o 'monocelha' ainda faria os últimos quatro pontos de Los Angeles na partida, essenciais para o triunfo.

Final de partida: Detroit Pistons 116 x 121 Los Angeles Lakers

A grande atuação de Anthony Davis, que terminou a partida com 30 pontos, 10 rebotes, quatro assistências, quatro roubos e cinco tocos - dois deles nos instantes finais -, será ofuscada pela agressão de LeBron, que deve render muito assunto. Westbrook beirou o triplo-duplo, com 26 pontos, 10 assistências e nove rebotes, mostrando muita lucidez.

Pelos Pistons, Grant foi o cestinha da partida com 36 pontos, enquanto que o calouro Cade Cunningham marcou seu primeiro triplo-duplo na NBA, com 13 pontos, 10 assistências e 12 rebotes, sendo o primeiro jogador do último draft a atingir o feito na liga.

Outros resultados:

Los Angeles Clippers 97 x 91 Dallas Mavericks
Chicago Bulls 109 x 103 New York Knicks
Phoenix Suns 126 x 97 Denver Nuggets
Golden State Warriors 119 x 104 Toronto Raptors