Conteúdo

Em noite de gol contra de Haller e protesto, Benfica e Ajax empatam em Portugal

23 de fevereiro de 2022

(por Mattheus Prudente)

Pelas oitavas de final da UEFA Champions League, Benfica e Ajax empataram por 2 a 2 no Estádio da Luz em Lisboa. A noite foi marcada por Sebastién Haller, que marcou dois gols, mas apenas um a favor, e um forte protesto do ucraniano Roman Yaremchuk, autor do gol de empate dos portugueses. Com o empate, quem vencer o segundo jogo, em Amsterdã, irá para a próxima fase da competição, e, já que não existe mais a regra do gol fora de casa, qualquer empate levará as equipes para a prorrogação. 

Os 25 minutos iniciais de jogo foram muito agitados, com o Ajax chegando pelo menos duas vezes antes de marcar o primeiro gol. Na roubada de bola pela direita, Noussair Mazraoui fez bom cruzamento, e a bola chegou em Dusan Tadic, que finalizou com estilo e abriu o placar para os holandeses. 

Pouco depois, o Benfica, que chegava com perigo, tentou duas vezes com Jan Vertonghen, mas o defensor belga chutou para o meio da área. A bola desviou em Haller e entrou, deixando tudo igual. A alegria durou apenas quatro minutos, já que o artilheiro pegou rebote de seu próprio chute para colocar o Ajax à frente novamente.  

O jogo foi muito equilibrado na primeira etapa, com cada equipe seguindo o seu estilo favorito. O Ajax ficava com a bola, e chegava com perigo algumas vezes. A jogada mais perigosa após os gols foi quando Antony achou bom passe para Edson Alvarez, que acertou a trave dos portugueses. Ao fim dos 45 minutos iniciais, o Ajax estava à frente por 2 a 1. 

O segundo tempo começou com o Benfica melhor, quase marcando num chute desviado de Everton Cebolinha, que foi desviado e passou com perigo. O Ajax, por sua vez, quase marcou com Antony, mas Odysseas Vlachodimos fez boa defesa. 

Quando Cebolinha saiu para a entrada de Yaremchuk, o Benfica mudou o seu estilo de jogo, Num contra-ataque rápido puxado por Rafa Silva, Gonçalo Ramos recebeu no meio e arriscou de longe para a defesa de Remko Pasveer. No rebote, o atacante ucraniano colocou para dentro. Na comemoração, o jogador mostrou uma camisa com o símbolo do exército ucraniano, como demonstração de apoio ao seu país, que vive uma crise política com a Rússia. 

No final, o Ajax continuava com a sua postura de ter mais a posse de bola, e quase fez quando Antony chutou de fora da área para a boa defesa de Vlachodimos. As duas equipes tiveram chances de vencer, mas a decisão vai empatada para Amsterdã. 

FT: Benfica 2-2 Ajax