Conteúdo

Em noite de "blowouts", LeBron James e Fred VanVleet tem atuações espetaculares em vitórias de Lakers e Raptors; Confira como foi a rodada desta sexta (8)

8 de janeiro de 2022

Atropelo, chocolate, massacre, blowout, chame de como quiser. Se você é um adepto da emoção, do buzzer-beater ou da prorrogação no basquete, a rodada desta sexta-feira (8) na NBA não foi muito agradável para você. Dentre nova partidas realizadas, foram quatro equipes vencendo por mais de 15 pontos e quatro por mais de 10. Confira o resumo dos confrontos:

Embiid e Jokic dominantes

No primeiro confronto da noite, Joel Embiid e os Sixers aniquilaram o San Antonio Spurs. Em uma partida onde a franquia de Philadelphia esteve na frente do placar durante toda a partida, o pivô camaronês teve mais uma dominante atuação ao anotar 31 pontos, 12 rebotes e 7 assistências. Esta foi sua sexta partida seguida onde anotou mais de 30 pontos. Pelos Spurs, Dejounte Murray foi o lobo “solitário”, com 27 pontos, 5 rebotes, 9 assistências e 3 steals.  

Outro pivô que liderou sua equipe ao triunfo foi Nikola Jokic. Contra Sacramento, os Nuggets também conseguiram uma vitória bem tranquila em uma noite onde os adversários foram péssimos ofensivamente. “The Joker” anotou 33 pontos, 10 rebotes e 7 assistências. É preciso tamném mencionar a boa atuação de De’Aaron Fox pelos Kings: o jovem armador conquistou 30 pontos, 7 rebotes e 5 assistências.

Times em alta

O Chicago Bulls não sabe o que é derrota desde o dia 11 de dezembro. No United Center, a franquia de Illinois derrotou os Wizards, em uma das partidas mais “apertadas” dessa rodada. Isso porque no terceiro período, uma boa sequência de Kyle Kuzma e Bradley Beal deixou tudo empatado (80 – 80), mas ao fim do quarto, a diferença no placar já era de 12 pontos. Apesar de Zach LaVine ter sido o cestinha com 27 pontos, o jogador que merece os louros por sua atuação é Nikola Vucevic: 16 pontos, 14 rebotes, 7 assistências e 4 steals.

Outra equipe que parece ter (finalmente) embalado na competição é Dallas. Mesmo sem Luka Doncic, os Mavs atropelaram o Houston Rockets com estilo. Eficientes no ataque e na defesa, a equipe de Jason Kidd teve seis de seus jogadores com dígitos duplos de pontuação. Destaque para Tim Hardaway Jr. e Josh Green, ambos saindo do banco e somando para 36 pontos.

E assim como Dallas, Toronto também conquistou sua quinta vitória seguida. Na única partida da rodada em que a equipe vencedora não liderou o placar durante todo o confronto, os Raptors viram Fred VanVleet fazer uma das melhores partidas de sua carreira para conquistar o triunfo. Utah esteve na frente do placar durante todo o primeiro tempo, mesmo com o time titular inteiro desfalcado (Gobert, Donovan Mitchell, Conley, Bogdanovic, Royce O’Neale), graças à boas atuações de Eric Paschall e Elijah Hughes.

Mas VanVleet, anotando o primeiro triplo-duplo de sua carreira (37 pontos, 10 rebotes e 10 assistências), fez a diferença e deixou Toronto “leve” no último quarto, conseguindo o triunfo por uma margem considerável.

Figurinhas carimbadas

Apesar da atípica noite de blowouts, já era possível prever que algumas equipes entrariam em quadra nesta rodada com um favoritismo pesado para serem derrotadas. É o caso de Portland e OKC.

Se os Blazers já eram inconsistentes e ineficientes com Lillard e McCollum, imagina sem? Os Cavs, que também sofreram com as ausências pesadas de Sexton e Rubio, conseguiram uma vitória relativamente tranquila no Moda Center. Darius Garland foi o grande destaque da equipe, anotando 26 pontos e 6 assistências.

Já Oklahoma, o saco de pancadas da conferência oeste ao lado de Houston, sofreu uma senhora derrota contra os Timberwolves. Considerando que os adversários não fizeram muito esforço para defender, Minnesota poderia ter vencido por uma margem ainda maior. O destaque do confronto foi D’Angelo Russell, com 27 pontos e 12 assistências.

LeBron James: imparável

“Quem é rei nunca perde a majestade”. Mais uma vez, LeBron James teve uma excelente atuação para guiar os Lakers a cinco vitórias nos últimos seis jogos. Jogando em casa, a franquia de LA não se incomodou muito com Trae Young e conseguiu um triunfo tranquilo. Foi uma noite de boa atuação coletiva (37 assistências para a equipe no total), mas que é impossível não destacar também o individual: 32 pontos, 8 rebotes, 9 assistências, 4 steals e 3 tocos para LeBron. Ele se tornou o jogador mais velho a anotar pelo menos 25 pontos em dez partidas seguidas. O recorde anterior pertencia a ninguém menos que Michael Jordan.

Outra boa atuação individual por parte dos Lakers foi a de Malik Monk: 29 pontos, sua maior marca na temporada. O ala-armador vem sendo muito útil para LA nas últimas partidas.

Trae Young foi o cestinha da sua equipe com 25 pontos, ficando próximo de um quádruplo-duplo ao anotar 9 rebotes, 14 assistências e 9 turnovers.

Um atropelo inesperado

No que era de se esperar uma das partidas mais equilibradas e emocionantes da rodada, os Bucks não tomaram conhecimento dos Nets de KD e Harden e conquistaram uma vitória bem tranquila. Apesar da ausência de Kyrie Irving, era de se esperar que Brooklyn fizesse um jogo minimamente competitivo; mas com uma eficiência ruim no ataque (22% de aproveitamento nas bolas de três), a equipe nova-iorquina foi dominada por Antetokounmpo e Bobby Portis no Barclays Center.

O Greek Freak anotou 31 pontos, 7 rebotes e 9 assistências, enquanto Portis contribuiu com 25 pontos e 12 rebotes.

Destaques do dia

Cestinha: Fred VanVleet (37 pontos)

Melhor jogador: Fred VanVleet (37 pontos, 10 rebotes e 10 assistências)

Jogada decisiva: 15 pontos em sequência de VanVleet no terceiro quarto contra Utah

Melhor atuação coletiva: Los Angeles Lakers

Melhor Jogo: Toronto vs Utah Jazz

Sinal verde: Dallas Mavericks, Toronto Raptors e Chicago Bulls, que mantiveram suas sequências de vitórias e sobem cada vez mais na tabela de suas respectivas conferências

Sinal amarelo: Washington Wizards, que se distancia cada vez mais da zona de classificação direita para os playoffs no leste.

Sinal vermelho: Portland Trail Blazers, que com as ausências de Lillard e McCollum, vai se complicado em conseguir uma vaga até mesmo para o play-in.

Menção honrosa: LeBron James, que mantém um alto nível absurdo apesar da idade e anotou 32 pontos, 8 rebotes, 9 assistências, 4 steals e 3 tocos contra os Hawks.

Confira os resultados da rodada: 

Philadelphia 76ers 119 - 100 San Antonio Spurs

Toronto Raptors 122 - 108 Utah Jazz

Oklahoma City Thunder 105 - 135 Minnesota Timberwolves

Chicago Bulls 130 - 122 Washington Wizards

Houston Rockets 106 - 130 Dallas Mavericks

Denver Nuggets 121 - 111 Sacramento Kings

Portland Trail Blazers 101 - 114 Cleveland Cavaliers

Los Angeles Lakers 134 - 118 Atlanta Hawks