Conteúdo

Em ‘lutão’, Josh Emmett vence Calvin Kattar e mira o cinturão; confira os destaques do card principal do UFC Austin

19 de junho de 2022

(por Rafael Lima)
 

O UFC de Austin foi um grande evento. Com performances enormes de alguns lutadores, os fãs de MMA foram premiados com belos nocautes, finalizações e lutas parelhas. Confira como foi o card principal:
 

Uma guerra! Josh Emmett venceu Calvin Kattar por decisão dividida

Dois dos pesos-penas mais empolgantes da organização, Josh Emmett e Calvin Kattar protagonizaram uma luta bem equilibrada e imprevisível. Logo no primeiro round, após troca de golpes, Kattar acertou um direto impactante que abriu um sangramento em Emmett. Numa disputa travada em pé, Emmett, mesmo com o supercílio aberto, protagonizou as investidas mais contundentes.

No segundo assalto, Kattar encontrou a melhor distância e passou a dominar mais o combate em pé. Com um ótimo tempo de golpes, ele voltou a abrir o sangramento em Emmett, que parecia não se encontrar na parcial. Na reta final, Emmett tentou enquadrar Kattar com tentativas de sequências, mas uma joelhada abalou ainda mais o careca.

Como claramente levou a pior no round anterior, Emmett partiu para cima no terceiro assalto, acertando algumas bombas no adversário, porém, Kattar respondeu com boas sequências, utilizando bem os cotovelos. Percebendo que o oponente igualou as coisas, Emmett tratou de aplicar uma bela combinação de gancho, uppercut e cruzado para garantir a parcial.

Kattar voltou para o quarto round demonstrando não estar abalado com o anterior. Uma cotovelada giratória seguida de um direto balançaram Emmett, que apresentou belo poder de absorção. Na reta final, o careca resolveu entregar tudo, aplicando uma blitz com algumas bombas em Kattar, que parecia não acreditar na recuperação do adversário.

Os lutadores chegaram ao round final com o combate indefinido, sabendo que ali estaria a chave da vitória. Emmett novamente tentou se impor como o agressor e, mesmo com um olho fechado, partia para cima. Já Kattar, mais estratégico, incomodava com jabs e cotoveladas. Apesar disso, Emmett era mais contundente, deixando várias marcas no rosto inchado de Kattar. No fim ainda deu tempo de ambos trocarem golpes de forma franca, mas ninguém acertou em cheio, deixando o combate nas mãos dos árbitros laterais. Emmett acabou vencendo, mas qualquer resultado seria justo.


Show! Kevin Holland venceu Tim Means por finalização no segundo round

Kevin Holland está acostumado a protagonizar grandes espetáculos e a luta contra Tim Means não foi diferente. Os dois optaram pela trocação franca em pé. Holland era mais certeiro, mas Means também incomodava com tentativas de sequências de socos. Apesar disso, os diretos de Holland faziam mais estragos.

No segundo assalto, Holland resolveu investir mais ainda nos diretos e, após uma dessas bombas, Means ficou sem som e nem imagem. Aí foi só Holland aplicar um triângulo de mão e forçar o adversário a bater.  


Grande atuação! Joaquin Buckley venceu Albert Duraev por interrupção médica

Em mais um combate entre dois lutadores empolgantes, tivemos um show de luta em pé. Joaquin Buckley, mais habilidoso, começou minando Albert Duraev, mas o russo era valente e também acertava seus golpes contundentes. Com chutes poderosos, ambos abriram sangramentos no oponente. Mas os melhores golpes eram de Buckley.

No segundo assalto, novamente a trocação foi a tônica, porém, Joaquin Buckley teve mais dominância, e foi acertando socos que abriram caminho para um direto que levou Duraev a knockdown. O russo levantou e depois sofreu outro com um cruzado de esquerda, mas ele não se entregava, demonstrando um coração gigante. Apesar disso, Duraev foi examinado no intervalo e o médico não deixou ele voltar para o terceiro round.


Muito equilíbrio! Damir Ismagulov venceu Guram Kutateladze por decisão dividida

Os pesos-leves Damir Ismagulov e Guran Kutateladze foram ao Texas em busca de um lugar ao sol na categoria. Ambos entregaram tudo na luta, demonstrando técnica para encontrar brechas no jogo do adversário. Eram bombas de um lado e de outro, mas cada vez que alguém tinha um momento favorável vinha a reação do oponente.

Ao longo dos três rounds o andamento foi o mesmo, os dois lutadores alternavam os melhores momentos, com golpes contundentes. Com um volume de luta um pouco maior, Ismagulov acabou impressionando mais a maior parte dos juízes e levando a melhor nas papeletas. Apesar disso, independente do vencedor, ambos mostraram que merecem estar na organização e têm bom espaço para crescer na categoria, que  com certeza é uma das mais difíceis do UFC.


Implacável! Gregory Robocop venceu Julian Marquez por nocaute no primeiro round

O brasileiro Gregory Robocop Rodrigues demonstrou mais uma vez que pode ter um grande futuro no UFC. Robocop desde o início acertou golpes precisos e impactantes. Um direto de direita resultou em um knockdown. O brasileiro tentou montar para buscar uma finalização, mas Julian Marquez conseguiu se recuperar. Robocop, totalmente consciente em pé, desferiu um belo uppercut que levou o adversário ao chão. Marquez, muito valente, ainda levantou e acertou um cruzado, só que um direto de direita do Robocop nocauteou o oponente de vez.


Riu por último! Adrian Yanez venceu Tony Kelley por nocaute no primeiro round

Tony Kelley, que já disse que brasileiros são trapaceiros, e insultou Adrian Yanez antes da luta, recebeu uma enorme lição. Kelley não conseguiu fazer nada diante da velocidade de Yanez, que desferia golpes com facilidade. Os melhores golpes eram cruzados que magoavam o falastrão. Kelley chegou a contragolpear bem, abrindo um sangramento em Yanez, porém, não foi suficiente para abalar a confiança e, muito menos, a vontade de nocautear do texano, que acertou um cruzado fulminante para seguir com uma violenta sequência que fez Kelley cair nocauteado.


Resultados do card preliminar:

Natália Silva venceu Jasmine Jasudavicius por decisão unânime
Jeremiah Wells venceu Court McGee por nocaute no primeiro round
Ricardo Carcacinha venceu Danny Chavez por nocaute no primeiro round
Maria Oliveira venceu Glorinha de Paula por decisão dividida
Cody Stamann venceu Eddie Wineland por nocaute técnico no primeiro round
Phil Hawes venceu Deron Winn por nocaute técnico no segundo round
Roman Dolidze venceu Kyle Daukaus por nocaute no primeiro round.