Conteúdo

Em Lisboa, Manchester City ‘massacra’ o Sporting

15 de fevereiro de 2022

(por Layo Lucena)

No Estádio José Alvalade, em Portugal, o Sporting recebeu o Manchester na primeira partida das oitavas de final da Champions League. Mesmo sendo a “zebra”, a torcida portuguesa compareceu em peso, e não parou de gritar em nenhum momento, mesmo com o placar. Favorito, o Manchester City desfilou em campo e contou com grande tarde de Bernardo Silva.

‘Chocolate’ em 45 minutos

O Manchester City começou a partida com o “pé direito”, e logo aos sete minutos a equipe inglesa abriu o placar em um lance polêmico. Após o goleiro Adán dar o rebote, De Bruyne, já dentro da grande área, em posição duvidosa, achou Mahrez, que só empurrou para o gol. Depois de vários minutos, o VAR acabou confirmando o gol.

E não demorou para os ‘Citizens’ ampliarem. Aos 16 minutos, Bernardo Silva, que tem passagem pelo Benfica, rival do Sporting, acertou uma “bomba” de primeira já dentro da área; Adán não teve chance.

Menos de 15 minutos após o gol de Bernardo Silva - em um momento melhor do Sporting -, o City ampliou com muita facilidade. Enquanto o time português tentava de tudo para quebrar a defesa dos inglês, o Manchester chegou, trocou passes e viu Foden, sozinho na pequena área, marcar o terceiro gol da partida.

Assim como os outros três, o quarto gol do City foi bem tranquilo. Sterling foi lançado e conseguiu dominar na já na grande área; o camisa sete parou, olhou e passou para Bernardo Silva, que estava invadindo a área. De primeira, o português finalizou, a bola desviou no defensor e matou o goleiro Adán. Quatro a zero no primeiro tempo.

‘Pintura’ de Sterling

Com menos de cinco minutos no segundo tempo, Bernardo Silva marcou o seu terceiro gol na partida, mas após consultar o VAR o árbitro anulou o lance. Porém, momentos depois, uma “pintura”.

Aos 57’, Sterling acertou uma linda finalização de fora da área. Após receber passe de Bernardo Silva, o camisa sete dominou, levou para o meio e chutou próximo à meia-lua. Golaço.

Já com a classificação na mão, o Manchester City ainda tentou se manter no jogo, até por respeito ao adversário, mas não achou o sexto gol. Do outro lado, o Sporting, que recebeu o apoio da torcida até o final, teve poucas oportunidades para criar alguma jogada, mas procurou o seu gol de honra, que acabou não acontecendo, muito menos uma finalização no gol de Ederson.

Fim de jogo: Sporting 0 x 5 Manchester City

As duas equipes voltam a se enfrentar, para cumprir tabela, no dia nove de março, desta vez na Inglaterra.