Conteúdo

Em jogo intenso e equilibrado, Atalanta e Villarreal ficam no empate

14 de setembro de 2021

(por Matheus Correia)

Quem acompanhou Atalanta e Villarreal na última temporada já imaginava que esta partida seria de muito equilíbrio e também uma verdadeira “batalha tática” entre os excelentes Gian Piero Gasperini e Unai Emery. Em um embate intenso, as duas equipes ficaram no empate por 2 a 2 no Estadio de la Ceramica.

A Atalanta começou a partida pressionando o Villarreal com muita intensidade e volume de jogo; e foi neste ritmo que a equipe de Bergamo abriu o placar. Malinovsky fez um bom cruzamento para Duván Zapata dentro da área, que realizou um excelente pivô e rolou a bola para Remo Freuler. O meia suíço bateu com categoria para o fundo do gol de Rulli.  

Mesmo com o gol, a Atalanta continuava com o estilo de jogo intenso e ofensivo, chegando perto de ampliar pouco tempo depois com Gosens. Desta vez, Rulli esteve presente para impedir o segundo gol dos italianos.

O Villarreal conseguiu se recuperar do péssimo início de partida com a aproximação da metade do primeiro tempo. A dupla Manu Trigueiros e Gerard Moreno passou a dar trabalho para a defesa adversária, até que aos 38 minutos, o gol de empate saiu.

Participando da jogada como um ponta, Moreno fez um cruzamento rasteiro para Pedraza, que falhou em dominar. Entretanto, a bola continuou em direção ao meio da área e foi desviada pela defesa, sobrando nos pés de Trigueiros que tirou bem do goleiro Musso, colocando a bola no canto e anotando o primeiro tento dos submarinos amarelos.

No segundo tempo, Unai Emery substitui Boulaye Dia, que fazia uma péssima partida até então. Em seu lugar, entrou Arnaut Danjuma, a contratação mais cara da história da equipe espanhola (23.5 milhões de euros), proveniente do Bournemouth, da Inglaterra.

Onze minutos após entrar em campo, Danjuma mostrou a que veio e marcou o gol da virada. Parejo interceptou muito bem a saída de bola dos italianos, tocou para Moreno que com muita inteligência e agilidade acionou Danjuma na entrada da área. O atacante holandês teve e frieza e mandou a bola para o fundo do gol de Musso.

O Villarreal cresceu no segundo tempo, ficando muito perto de ampliar após cruzamento de Danjuma, com Moreno desviando de cabeça e a bola indo centímetros ao lado do gol.

Mas se Danjuma foi um “super substituto” para o Villarreal, pode se dizer que Aleksei Miranchuk, mesmo que sem querer, também teve um peso importante para a equipe da Atalanta.

O meia russo entrou no lugar de Matteo Pessina aos 35 minutos do segundo tempo. Aos 38, Josip Ilicic tentou um passe rasteiro para o meio da área e Miranchuk não conseguiu dominar com maestria. Para sua sorte, a bola sobrou nos pés de Robin Gosens, que finalizou no canto direito de Rulli e deixou tudo igual novamente.

Nos minutos de partida restantes, Francis Coquelín, que entrou no segundo tempo, ainda foi expulso após receber o segundo cartão. Mesmo assim, a Atalanta não conseguiu levar perigo ao gol espanhol e quase sofreu a segunda virada na partida no último minuto dos acréscimos: Dani Parejo mandou a bola na área após um escanteio curto e Moreno subiu no primeiro poste para cabecear. Musso fez um milagre e salvou a equipe italiana de uma possível derrota.

Resultado: Villarreal 2 – 2 Atalanta

O equilíbrio entre as duas equipes ficou evidenciado no resultado. Entretanto, a boa atuação dos times de Gasperini e Unai Emery é um recado para o “favorito” do grupo F. Se teve dificuldades em vencer o Young Boys, o Manchester United com certeza terá de suar para conquistar pontos contra Atalanta e Villarreal.