Conteúdo

Em jogo emocionante, Trae Young garante a vitória de Atlanta sobre o Heat, no último ataque, para diminuir a diferença na série para 2-1

22 de abril de 2022

(por Pedro Paulo Alves)

Com o Miami Heat liderando a série por 2-0, os Hawks precisavam dar a resposta para sua torcida em casa e, com Trae Young aparecendo no momento decisivo, a equipe de Atlanta não fez feio diante do favorito time da Flórida.

Susto antes do jogo

A partida inicialmente marcada para começar as 19h, no horário local, foi adiada por 45 minutos por conta de uma investigação policial a respeito de um pacote suspeito encontrado ao redor da arena.

Subiu a bola

A partida começou com a torcida de Miami levando um susto após Jimmy Butler se chocar com John Colins, mas, após poucos momentos no chão, o jogador se levantou e voltou para a partida. Atlanta assumiu a liderança logo de cara, no entanto, foi questão de tempo para a equipe visitante voltar a liderança e abrir 8 pontos de vantagem. Adebayo e Butler apareciam como principais destaques e, do outro lado, Trae Young não recebia dobras o tempo todo, mas não conseguia aparecer na partida. Na reta final do período, Bogdanovic apareceu bem nos rebotes, liderando os Hawks para uma reação e o empate em 22-22, mas Miami conseguiu sair do primeiro período com dois pontos de frente.

No inicio do segundo período, o Heat continuava cuidando muito mal da bola e Atlanta respondia na base do jogo físico. Com 8 minutos faltando para o intervalo, os Hawks abriram seis pontos de vantagem e obrigaram Spoelstra a pedir tempo.
Com pouco mais de 6 minutos para o fim do segundo período mais uma preocupação para Miami, já que Kyle Kyle Lowry e Duncan Robinson já possuíam três faltas cada. Enquanto isso, o Heat não conseguia se encontrar contra a marcação em zona de Atlanta e tentavam definir as jogadas no desespero. Assim, os Hawks abriam vantagem que chegou a 11 pontos.

Fim de primeiro tempo: Atlanta Hawks 61-54 Miami Heat

No início do terceiro quarto a tônica do segundo se repetiu, com Miami pisando no próprio pé e cometendo turnovers bestas que impediam o time de cortar a vantagem de Atlanta. Mas, na segunda metade do quarto, a coisa começou a desandar para os anfitriões, a defesa de Miami encaixou e conseguiram abrir 12 pontos de vantagem, tendo sofrido apenas sete pontos nos 9 minutos de jogo.

O quarto período começou com a vantagem em 10 para Miami, mas com os minutos passando e muito por conta de Bogdanovic, a torcida de Atlanta inflamou e entrou no jogo. Com 3:43 minutos Trae Young empatou a partida em uma “and one”.
Os dois minutos finais foram de muitas trocas de liderança e, com 10 segundos faltando, Jimmy Butler errou arremesso e deu oportunidade para Atlanta, sem ‘timeout’, assumir a liderança, e Trae Young não vacilou e colocou 111-110 para os Hawks com 4,4 segundos de relógio. Jimmy Butler ainda teve a oportunidade do último arremesso, mas com 1 segundo no relógio ele não conseguiu acertar para a explosão da arena.



Fim de jogo: Miami Heat 110-111 Atlanta Hawks