Conteúdo

Em jogo emocionante até o último milésimo, Bucks derrotam os Celtics e abrem 2 a 1 na série

7 de maio de 2022

(por Rafael Lima)

Após uma vitória para cada lado, Milwaukee Bucks e Boston Celtics foram ao Wisconsin para ver quem abriria vantagem na série. Com a derrota acachapante no jogo 2, os anfitriões estavam com a corda no pescoço e a faca nos dentes, pois psicologicamente não poderiam perder esse embate para não deixar os celtas se encherem de confiança e retomarem a vantagem.

O duelo começou bastante equilibrado e intenso. As defesas dificultando os ataques, mas os craques conseguindo dar um jeito de pontuar, como Giannis Antetokounmpo, que era o principal responsável pela pequena liderança dos Bucks. 

Com Jrue Holiday anulando Jaylen Brown, a defesa de perímetro de Milwaukee funcionando muito bem e Bobby Portis muito ligado, os anfitriões iam se mantendo na frente. Como o sistema defensivo celta é muito eficiente, a equipe levou um placar próximo para o segundo quarto, três pontos atrás dos Bucks (22-19).

O segundo período começou bem parecido com o primeiro, muita luta por cada disputa, erros de parte a parte e bastante dificuldade das equipes pontuarem. Os dois times focavam nas infiltrações, pois os ataques de perímetro estavam muito difíceis de serem efetivos. 

Giannis Antetokounmpo era o dono do time da casa e da partida, atuando de forma dominante dos dois lados da quadra para manter uma pequena vantagem para Milwaukee. Só que na reta final do segundo tempo, Boston forçou faltas e conseguiu minimizar o impacto do grego, virando e levando quatro pontos de frente (50-46).

Na volta dos vestiários os Bucks vieram muito mais intensos, com Giannis novamente sendo o grande destaque para colocar Milwaukee em vantagem. O domínio na base do físico e a forma como contestava os arremessos celtas, fez os anfitriões abrirem pela primeira vez dígitos duplos de diferença no jogo. 

Os Celtics ensaiaram uma reação, mas logo a defesa de Milwaukee encaixou de novo e os Bucks, se aproveitando dos erros sequenciais dos visitantes, foram abrindo vantagem de forma acachapante com Holiday, Matthews e companhia. E assim os anfitriões levaram para o período final o confortável placar de 80 a 67. 

O quarto período começou e o Boston Celtics fez ajustes importantíssimos. As bolas começaram a cair, Jaylen Brown entrou no jogo e Al Horford fez de tudo um pouco para recolocar os celtas no duelo. A diferença foi caindo de forma galopante e o confronto foi se tornando emocionante novamente.

Com menos de dois minutos os Celtics estavam na frente no placar, mas duas decisões erradas, combinadas com cestas de Giannis e Holiday, deram a suada vitória aos atuais campeões, que ainda tiveram que esperar a revisão da arbitragem, pois Horford deu um tapinha com o cronômetro zerado que levaria a partida para a prorrogação. 



Final épico de um jogo espetacular, onde Milwaukee conseguiu um triunfo fundamental para a sequência da série.

Fim de jogo: Boston Celtics 101-103 Milwaukee Bucks

Um dos melhores duelos desses Playoffs. Assim podemos definir o que foi esse jogo 3 entre Bucks e Celtics. As duas defesas mostraram os motivos de serem apontadas entre as melhores da liga. Giannis Antetokounmpo (42pts, 12reb e 8ast) e Jrue Holiday (25pts e 7reb) jogaram muito bem para compensar a ausência de Khris Middleton, levando o ataque de Milwaukee nas costas para vencer, se aproveitando de uma partida muito abaixo da média de Jayson Tatum, além das demora de Jaylen Brown para engrenar. Apesar disso, Brown (27pts e 12reb) foi o cestinha celta, embora o melhor atleta da equipe em quadra tenha sido o veterano Al Horford (22pts, 16reb e 5ast).

O confronto foi a cara do que deve ser a série até o final, muito equilibrado e decidido no detalhe. Sendo assim, esse passo dos atuais campeões foi fundamental para que eles avancem à decisão do Leste, porém, o jogo 4 deve ser a grande chave da disputa, pois se Milwaukee vencer novamente, ficará quase impossível para Boston, mas se os visitante igualarem tudo, é bem provável que tenhamos 7 jogos.