Conteúdo

Em jogo com forte rivalidade divisional, Rams vencem Seahawks pela Semana 5 da NFL

8 de outubro de 2021

(por Edmar Jardim) 
 

O Los Angeles Rams visitou o Seattle Seahawks, no Lumen Field, e não tomou conhecimento do adversário, em mais uma grande partida da NFL. 

Dizem que jogo bom passa rápido e a gente nem vê. Dá pra dizer que o primeiro tempo deste Thursday Night Football foi assim. Apesar da pontuação baixa, tivemos um duelo parelho, com uma interceptação para cada quarterback, field goal perdido, faltas engraçadinhas, quartas descidas frustradas, e as defesas prevalecendo sobre os ataques: 7 a 3 a favor de Seattle, que anotou na conexão Wilson/Metcalf, com direito a baile em Ramsey na jogada do TD. 

Os Seahawks, jogando em casa, tiveram uma leve superioridade da primeira etapa, com um jogo mais consistente e melhores oportunidades ofensivas, em detrimento de um Los Angeles Rams bem diferente daquele visto nas semanas anteriores, que não soube aproveitar a posse de bola: os Rams tiveram a posse por quase o dobro de tempo dos Seahawks. 

Já na segunda etapa, os Rams melhoraram as ações ofensivas, e Matthew Stafford contou com um inspirado e pra lá de acionado Robert Woods para virarem o placar com dois touchdowns, um de Henderson e outro de Higbee. Para piorar a situação dos Seahawks, Russel Wilson deslocou o dedo médio da mão direita, e não voltou 100% à partida. 

Geno Smtih entrou em seu lugar, e pela primeira vez fez algo além de ganhar uma coin toss na NFL: conduziu um incrível drive no quarto final, que deixou a partida em uma posse favorável aos Rams. 16-14. 

Mas, a resposta imediata dos Rams impediu qualquer reação dos donos da casa, que ainda tiveram a chance de virar a partida, mas um pressionado Smith foi interceptado pela forte defesa dos Rams. Um FG ainda deu números finais ao placar. 
 

Final: Los Angeles Rams 26 - 17 Seattle Seahawks
 

O quão grave foi a lesão de Russel Wilson? A saber. A resposta pode influenciar diretamente o futuro de Seattle na temporada.

Já os Rams se recuperam da forte derrota para os Cardinals e seguem na cola do Arizona na NFC Oeste.