Conteúdo

Em jogaço com emoção até o fim, Blazers derrotam Spurs e ganham fôlego na sexta colocação do oeste

17 de abril de 2021

(por Rafael Lima)
 

Um jogaço! Não existe nenhum outro adjetivo que caiba melhor para a partida entre Portland Trail Blazers e San Antonio Spurs. O duelo começou bastante defensivo e equilibrado, porém, na reta final do primeiro quarto os texanos abriram vantagem, que terminou em três pontos (31-28) ao final do período inicial.

O confronto continuou igual, mas as trocas de liderança começaram a acontecer, até que San Antonio, liderado por DeMar DeRozan desse uma escapada no placar, se mantendo na frente até o intervalo, com o placar positivo em 57 a 48. 

Os Spurs voltaram dos vestiários ainda melhores e logo a diferença já estava em 16 pontos. Porém, Terry Stotts arrumou a defesa e CJ McCollum liderou a recuperação dos Blazers, que passaram a tomar conta do jogo. Uma bandeja de Norman Powell deixou a diferença em apenas dois pontos ao final do terceiro quarto (85-83).

Na etapa final a sensação era de que o duelo seria decidido apenas no fim, e foi exatamente isso que aconteceu. As equipes trocavam cestas e erros quase que sincronizadas com as mudanças de liderança no placar. Com dois minutos para o fim, Derrick White fez os Spurs abrirem três pontos de frente, uma “grande vantagem” para o que vinha acontecendo no período. Só que McCollum e Powell recolocaram os Blazers na dianteira com apenas 22 segundos por jogar. San Antonio ainda tinha tempo de ganhar a partida, porém, uma incrível sequência de erros num intervalo de 9 segundos, que contou com tentativas de DeRozan, Rudy Gay e Jakob Poeltl, não permitiu que o time da casa ficasse com a vitória.

 

Final: Portland Trail Blazers 107-106 San Antonio Spurs

 

O Portland Trail Blazers conquistou uma vitória na base do sangue frio, contando também com uma dose de sorte no final. O triunfo foi importantíssimo para a sequência da equipe de Oregon na competição, já que consegue um respiro maior na disputa por vaga direta nos Playoffs. Enquanto isso, os Spurs vão vendo sua vaga no Play-in começas a ser ameaçada pelo New Orleans Pelicans, que está a duas partidas dos texanos.

CJ McCollum, com 29 pontos, foi o cestinha da partida, sendo ajudado por Norman Powell, que contribuiu com 22 pontos para Portland, suprindo bem a ausência de Damian Lillard. Por San Antonio, DeMar DeRozan foi o maior pontuador do time com 26 pontos, auxiliando também com 10 assistências.