Conteúdo

Em final insano, Raiders batem os Ravens em Las Vegas

14 de setembro de 2021

(por Henrique Gucciardi)

 

O primeiro jogo com público na cidade dos cassinos não podia ter sido diferente. O começo foi morno e sem graça, com poucas jogadas empolgantes e parecia que os Ravens iam só fazer o necessário para ganhar. Durante boa parte, a melhor coisa que aconteceu foi ver Peyton e Eli Manning comentando o jogo na ESPN2. Para quem gosta de NFL e entende bem o inglês, foi uma verdadeira aula de futebol americano.

Como eu disse, pouca coisa aconteceu no primeiro tempo e os times foram para o vestiário com um placar de 14-10. O time visitante anotou seus touchdowns primeiro com uma bela corrida de 35 de Ty’Son Williams, e depois com um passe de 10 jardas de Lamar para Marquise “Hollywood” Brown. Os mandantes só estrearam o placar faltando 4 minutos para acabar o primeiro tempo, em uma corrida de duas jardas de Josh Jacobs. No estouro do cronômetro, Daniel Carlson converteu um chute de 34 jardas, conseguindo mais 3 pontos.

O terceiro quarto foi mais do mesmo, com as únicas coisas mais “interessantes” sendo um field goal de 40 jardas de Justin Tucker e os Raiders falhando em converter uma quarta descida. Porém, no último quarto o jogo ficou virado no Jiraya e quem foi para a cama antes certamente se arrependeu.

Tudo começou com um fumble de Lamar Jackson, recuperado pelos Raiders. Isso deu uma bela posição de campo para o ataque de Jon Gruden, que empatou o jogo em outro touchdown corrido de Jacobs, esse de 15 jardas. Os Ravens rapidamente responderam, com Latavius Murray entrando na endzone uma jogada após Lamar achar Sammy Watkins para um ganho de 49 jardas. Em mais uma campanha curta, os Raiders empataram novamente, usando a conexão Carr-Waller. Antes de acabar o jogo, ambas as equipes converteram field goals, os Ravens um de 47 jardas e os Raiders um de 55 nos segundos finais. Esse quarto completamente insano levou o jogo para a prorrogação com o placar de 27-27.

E não parou por aí não. Os Raiders começaram com a bola e estavam tendo uma campanha muito boa, e, em uma jogada maluca, parecia que o time da casa conseguiria a vitória. Carr fez um passe longo para Bryan Edwards, que se esticou para cruzar a linha e as zebras deram o touchdown. O estádio veio abaixo e os jogadores se preparavam para trocar as jerseys. Porém, o replay mostrou que Edwards não cruzou a linha, então bola na linha de 1 jarda (detalhe que a transmissão com os Mannings tinha Russell Wilson de convidado no momento – o meme nunca morre).

Na linha de uma jarda, parecia que era só questão de em qual descida Josh Jacobs anotaria o touchdown da vitória. Mas a vida, aquela que é uma caixinha de surpresas, resolveu aprontar. Alex Leatherwood, calouro que teve sua escolha muito criticada em abril – e que teve um bom jogo – cometeu uma saída falsa. Em uma segunda para o TD na linha de 5 jardas, passe incompleto para Hunter Renfrow. Na terceira, Carr mirou Willie Snead, adição nova ao time vindo justamente dos Ravens. No verdadeiro espírito “mão-de-alface”, a bola passou entre as suas mãos, bateu no capacete do defensor atrás dele e ficou pendurada no ar. O resultado:  interceptação de Anthony Averett.

Mas a vida não estava satisfeita ainda. Enfrentando uma 3&7 em sua linha de 33 jardas, Lamar Jackson sofreu um sack crucial de Carl Nassib, que também conseguiu arrancar a bola do QB e forçar o fumble, recuperado pelos Raiders. Com uma boa posição de campo, era só o time correr com a bola uma ou duas vezes e chutar o field goal. Mas é óbvio que um time treinado por Jon Gruden não simplificaria assim as coisas. Na hora de chutar o field goal, houve uma confusão e o kicker demorou para entrar em campo. Como o time havia gastado seus dois tempos naquela primeira campanha, teve que sofrer a falta e perder 5 jardas. Gruden não queria forçar um chute de quase 50 jardas, então colocou o ataque em campo novamente. A defesa dos Ravens respondeu mandando todo mundo atrás de Carr, mas o QB ficou firme e achou Zay Jones, livre por uma confusão entre Marlon Humphrey e um linebacker. Com ninguém na frente do camisa 7, ele correu para a endzone e a vitória dos Raiders.

Final: Baltimore Ravens 27 x 33 Las Vegas Raiders

Esse foi um bom jogo dos Raiders, que têm uma missão quase impossível de brigar por playoffs numa AFC fortíssima. Carr teve uma grande atuação e seus recebedores fizeram grandes jogadas em grandes momentos. Na defesa, Maxx Crosby foi um verdadeiro inferno, tendo dois sacks e dois tackles para perda de jardas. Semana que vem o time enfrenta os Steelers, fora de casa.

Para os Ravens, a derrota pode ser crucial. Mesmo com os Browns - que deve ser o principal adversário do time na briga pela divisão - também perdendo, a defesa sofreu muito com jogadas explosivas, enquanto o ataque não conseguiu ser consistente o suficiente. Isso é um problema quando seu próximo adversário é o Kansas City Chiefs, mesmo com o jogo sendo em Baltimore.