Conteúdo

Em Boston, Curry tem noite ‘mágica’, e os Warriors derrotam os Celtics para empatar a série

11 de junho de 2022

(por Daniel Morales)

No TD Garden, em Boston, os Celtics receberam o Golden State Warriors para o jogo 4 das finais da NBA. Em uma partida muito disputada, Stephen Curry, com uma atuação digna de um dos melhores jogadores da história, liderou os ‘Dubs’ a empatarem a série mais uma vez e recuperarem o mando de quadra.

O Jogo:

A peleja, em Boston, começou com o mandante melhor, mais ligado no jogo. Os Celtics aproveitaram o fator “altura”, já que os Warriors começaram com um time mais baixo, com Otto Porter Jr. no lugar de Kevon Looney, e dominaram o garrafão nos primeiros minutos de jogo.

Porém, depois que Steve Kerr retornou com Looney no lugar de Porter Jr., o Golden State Warriors passou a controlar o ímpeto de Robert Williams, que até o momento fazia grande partida nos dois lados da quadra, assim como foi no jogo 3.

Com a partida mais equilibrada, o confronto passou a se tornar quase um duelo pessoal entre Jayson Tatum e Stephen Curry. Tanto Tatum quanto Curry anotaram 12 pontos no quarto inaugural. Com um time com maior estatura, e conseguindo igualar com o jogo físico de Boston e equilibrar o números de rebotes, os Warriors se recuperaram de uma desvantagem de sete pontos e viraram a partida, mas Grant Williams, com uma bola de três faltando 0,3 para encerrar o período, recolocou os Celtics na frente.

O tiroteio entre Tatum e Curry deu uma freada no segundo quarto. As defesas se acertaram, e a bola passou a cair para as duas equipes. Porém, com uma defesa mais ajustada, o Boston Celtics chegou a ter uma sequência de 10-0, mas com o decorrer da partida, Jordan Poole e Stephen Curry lideram a reação do time de San Francisco. No entanto, graças a um aproveitamento melhor no ataque, apesar de um volume ofensivo menor, os anfitriões, com destaque para as boas partidas que faziam Tatum, Brown, Smart, Robert Williams e Derrick White, foram para o intervalo na frente por cinco pontos.

Diferente dos outros três jogos onde o GSW dominou no terceiro quarto, nesse jogo 4 foi diferente. Os Warriors até foram melhores no geral, mas Boston não deixava o time de Steve Kerr abrir grande vantagem. Porém, o Golden State Warriors, mais uma vez, venceu o terceiro período com um melhor aproveitamento no ataque e Curry jogando muito (33 pts para o craque dos Warriors até o terceiro período).

O Golden State passou a frente e foi para o quarto derradeiro vencendo por um ponto. Mesmo entrando no último período na liderança, o cenário para o time da Califórnia não era tão favorável. Curry se destacava praticamente sozinho, visto que os outros jogadores não faziam um grande jogo, mas isso mudou.

Os Celtics até começaram melhor os doze minutos finais e chegaram a abrir sete pontos de vantagem. Próximo do “clutch time”, a partida era muito tensa, com diferenças mínimas e cada lance sendo muito importante. Mas aí que o ataque de Boston colapsa, e Curry “mata” o jogo para os Warriors.

Após uma cesta tripla de Klay Thompson, faltando menos de cinco minutos para o fim, o ‘GSW’ assumiu a liderança de forma definitiva. Com uma sequência de 10-0, Golden State encaminhou a vitória sobre um Boston que não tinha respostas no ataque e pode ter sentido a pressão de uma final.

Sem muitas dificuldades nos últimos minutos, o Golden State Warriors, em uma noite “mágica” de Stephen Curry (43 pontos), venceu em Boston para empatar a série e recuperar o mando de quadra.

Final de jogo: Golden State Warriors 107 x 97 Boston Celtics