Conteúdo

É campeão! Vinícius Júnior marca, Courtois pega tudo, e o Real Madrid vence o Liverpool e conquista a Champions League

28 de maio de 2022

(por Layo Lucena)

A final da Champions League finalmente veio, e o confronto não decepcionou - ao menos em campo. Em Paris, no Stade de France, o Real Madrid, graças a um gol de Vinícius Júnior e de uma atuação fenomenal de Thibaut Courtois, bateu o Liverpool e conquista a Europa pela 14ª vez.

Antes de falar sobre o jogo, precisamos destacar o que aconteceu antes do apito inicial. A UEFA e a organização responsável pela segurança da final mostraram todo o seu despreparo no quesito segurança. E isso resultou em um atraso de mais de 30 minutos da partida.

A transmissão oficial brasileira, feita pela 'TNT Sports', mostrou diversas imagens de pessoas - com camisas do Real Madrid e Liverpool - tentando/conseguindo invadir o estádio e se infiltrando ao lado de torcedores que tinham ingressos. Na tentativa de conter as invasões, a segurança e a polícia francesa, de forma equivocada, usaram sprays de pimenta em vários torcedores, com ou sem ingressos. Até o jornalista e a cinegrafista da ‘TNT Sports’, que relatavam o que acontecia, foram atingidos pelos sprays.

Depois de tudo isso e da realização do show de abertura, a final pode começar, com mais de 30 minutos de atraso - com ou sem confusão.

O Liverpool foi o Liverpool em todos os 90 minutos da final. A equipe inglesa dominou do início ao fim. Com o objetivo claro de se impor, os ‘Reds’ tiveram mais posse (54%) e finalizações (24). Muitos podem falar que o título da Champions League seria do Liverpool se não fosse os “detalhes”, e isso é verdade, mas os “detalhes” tem nome: Courtois.

O Real Madrid se segurou na defesa desde o primeiro momento, não precisou de muitas finalizações (quatro) ou posse de bola (46%), mas sim o momento certo, no pé certo e jogador predestinado que Vinícius Júnior. Uma chance, só uma, foi o que o Real precisou para conquistar seu 14ª título. Além de Vini, outro que merece muito, muito ser destacado é Courtois. O goleiro foi o melhor jogador da partida e fez o jogo de sua carreira.  

Courtois parou um dos melhores ataques do futebol na atualidade - senão o melhor - e mostrou o porquê é um dos melhores goleiros na história do futebol. E Vinícius Júnior deu a “última risada” em todos aqueles que o criticaram desde que chegou à Espanha, dos que falaram que ele não jogaria no time principal do Real Madrid. Hoje (28), ‘Malvadeza’ se coroa como o melhor brasileiro em atuação na Europa, e já vira os olhos para a Copa do Mundo.

Liverpool domina, mas é o Real quem balançar às redes

A primeira chance da partida foi do Liverpool. Aos 14', após cruzamento rasteiro de Arnold, Salah finalizou rasteiro, pressionado pela defesa do Real, mas Courtois fez uma grande defesa. O goleiro belga fez mais duas intervenções: a primeira, em um chute de Thiago; a segunda, em outra finalização de Salah.

Aos 20', o Liverpool chegou muito próximo do gol. Mané, já na grande área, cortou dois defensores e chutou; Courtois defendeu com apenas uma das mãos, e a bola, na sequência, acertou a trave.

O Real Madrid, já próximo aos acréscimos, até balançou as redes com Benzema, mas o árbitro apontou um impedimento do atacante francês. Depois de muito tempo, o VAR confirmou a posição ilegal do camisa nove.

O héroi Vinícius, e a 'parere' chamada Courtois

No primeiro lance de perigo da segunda etapa, o Real Madrid abriu o placar com Vinícius Júnior. Na ponta direita, Valverde invadiu a área e chutou cruzado; nas costas de Arnold, Vinícius Júnior só finalizou para o gol - sem chances para Alisson. Um a zero Real.

O Liverpool respondeu aos 63’ com Salah, de fora da área, e mais uma vez Courtois fez grande defesa. E o belga salvou o Real Madrid de novo, e novamente em uma finalização de Salah, que desta vez estava de frente para o gol. E nesse lance, Courtois fez a defesa com a panturrilha.

E, aos 79’, Courtois volta a fazer o impossível. O goleiro do Real fez um milagre após uma finalização de Salah ser desviada no meio do caminho por Jota, fazendo com que a bola fosse em direção ao contrapé de Courtois. Mesmo assim o camisa 1 da equipe de Madrid fez a defesa.

Pouco tempo depois, Courtois parou o Liverpool novamente. Salah, aos 82’, saiu na cara do goleiro Belga, e o atacante finalizou quase que perfeito, mesmo assim Courtois espalmou para o escanteio.

O tempo passou, o Real Madrid teve as suas chances claras de “matar” o jogo, mas não conseguiu; mesmo assim, o Liverpool não teve êxito na missão “Passar por Courtois”, e o Real Madrid carimba seu nome em mais um título.

Fim de jogo: Liverpool 0 x 1 Real Madrid