Conteúdo

Ducha de água fria! Jon Jones sinaliza que superluta contra Francis Ngannou não acontecerá

22 de maio de 2020

(por Rafael Lima)

 

Nesta quinta-feira, Jon Jones se sentou com a organização do UFC para negociar os valores para a possível superluta contra Francis Ngannou nos pesos-pesados. 

Após toda a expectativa e otimismo gerada pelo próprio “Bones”, veio a ducha de água fria. A organização não se mostrou disposta a chegar nas condições financeiras impostas pelo campeão dos meio-pesados, o que frustrou o atleta a ponto dele cogitar aposentadoria ou uma parada de até 2 anos, conforme se expressou em postagens no Twitter. "Eu poderia me aposentar hoje. Eu já fiz meu trabalho, dei a esta companhia mais de uma década de entretenimento”. E completou: "Foi divertido, gente, talvez eu os veja em um ano ou dois. Talvez quando eles estiverem prontos para fazer acordos melhores eu volte, até lá é saúde física e família”.

Caso Jones realmente dê uma parada na carreira, a disputa por um possível cinturão meio-pesado que estaria vago deverá sair de nomes como Dominick Reyes, Thiago Marreta, Jan Blachowicz e Corey Anderson.