Conteúdo

Diretores de prova da Fórmula 1 testam positivo para Covid-19

28 de abril de 2022

(por Mattheus Prudente)

Menos de uma semana antes do GP de Miami, a Fórmula 1 pode ter um problema sério para a realização do evento. Os diretores de prova da F1, Niels Wittich e Eduardo Freitas, testaram positivo para Covid-19 e podem não viajar para os Estados Unidos. 

Para viajar para o país, ambos teriam que apresentar pelo menos dois testes negativos. Mesmo com essa possibilidade, é provável que Wittich se recupere antes da vagem, e possa ser o diretor de prova em Miami. A FIA, no entanto, prepara algumas opções para caso os dois não possam ir aos Estados Unidos. 

Uma das opções sera que Wittich trabalhasse do controle de corrida remoto montado nesta temporada em Genova. No entanto, se isso não acontecer, é provável que Herbie Blash, um dos vice-diretores de corrida, assuma a função, depois de cinco anos de ausência da Fórmula 1. Além disso, cada GP também tem um vice-diretor de corridas que está apto para assumir. 

Além deles, também existe a possibilidade do diretor de corridas da Fórmula E, Scott Elkins, aparecer como um substituto. Wittich e Freitas assumiram a posição de Michael Masi, que foi retirado do cargo antes do começo da temporada depois de toda a polêmica do GP de Abu Dhabi na temporada passada. Ele não está sendo considerado para substituir Wittich nessa corrida.