Conteúdo

Deu show! Patrício Pitbull mostra que é um dos maiores do mundo e reconquista o cinturão dos penas do Bellator

16 de abril de 2022

(por Rafael Lima)
 

Quando relacionamos os melhores lutadores fora do UFC, com certeza no topo da lista aparecem os nomes de Patrício Pitbull e AJ McKee. O americano, invicto a 18 combates, havia tirado o cinturão do brasileiro e queria quebrar a escrita de Patrício, que sempre venceu suas revanches.

McKee partiu para cima no início, desferindo um belo chute na linha de cintura, tentando impor seu ritmo. Mas o Pitbull resolveu soltar jogo, partindo para a trocação franca. Com a luta aberta, Patrício acabou levando vantagem, conectando os melhores golpes.

No segundo assalto, o até então campeão tentou atacar com chutes, mas toda tentativa tinha resposta por parte do Pitbull. O brasileiro tinha a melhor distância e acertava os golpes mais limpos, bem no boxe. Para garantir o round de vez, Patrício conseguiu uma derrubada.

McKee tinha dificuldades claras, mas seguia indo para cima, só que os contragolpes do Pitbull eram espetaculares. Apesar disso, o americano foi para a luta agarrada e prevaleceu, dominando Patrício na grade. Porém, aproveitando um vacilo de McKee, o brasileiro encaixou uma guilhotina dura, mas o campeão soube se safar com muita dificuldade.

O quarto round foi mais lento, pois ambos estavam muito cansados. Mesmo assim, todo golpe tinha resposta. O duelo seguia parelho, mas uma sequência de chutes e socos de Patrício Pitbull lhe deram uma vantagem. Com isso, o brasileiro cadenciou o combate para levar a parcial.

Sem ter certeza do resultado, AJ resolveu partir para a luta agarrada logo de cara, travando o Pitbull na grade. Mckee conseguiu uma derrubada, mas não soube aproveitar. Mesmo assim, o americano partia para cima de forma até desordenada, só que Patrício, bem consciente, acertava socos mais limpos. Apesar disso, McKee deu uma sequência na reta final e tentou agarrar para derrubar, só que o Pitbull é duro na queda e se manteve em pé até o fim.

No final, Patrício Pitbull manteve a escrita de não perder revanches, garantindo o resultado por decisão unânime (49-46, 48-47 e 48-47), que lhe devolveu o cinturão dos penas do Bellator.

Essa performance mostra que ainda existem lutadores do topo fora do UFC e que os brasileiros fazem parte da nata do MMA mundial. Patrício Pitbull é um daqueles casos que gostaríamos muito de saber como se sairia no Ultimate, um crossover contra o campeão da categoria na promoção mais famosa, o australiano Alexander Volkanovski, seria espetacular.
 

Resultado frustrante no co-evento principal

Falando em craques fora do UFC, Vadim Nemkov e Corey Anderson se enfrentaram pelo cinturão meio-pesado no mesmo evento, porém, uma cabeçada acidental do americano encerrou a luta sem resultado no terceiro round. 

Este fim é um pecado para Anderson, que vinha muito melhor e tinha tudo para tomar o cinturão do russo. O Bellator deve marcar um novo encontro entre eles valendo novamente o cinturão. 
 

Confira todos os resultados do Bellator 277:

Card Principal

Patrício Pitbull venceu AJ McKee por decisão unânime 

Vadim Nemkov x Corey Anderson foi declarada sem resultado 

Aaron Pico venceu Adli Edwards por nocaute técnico no terceiro round

Linton Vassell venceu Tim Johnson por nocaute técnico no primeiro round

Card Preliminar

Tyson Miller venceu Rhalan Gracie por nocaute técnico no primeiro round

Tyrell Fortune venceu Rakim Cleveland por nocaute técnico no primeiro round

Dovletdzhan Yagshimuradov venceu Rafael Carvalho por nocaute técnico no segundo round

Bobby Seronio III venceu Calob Ramirez por nocaute no segundo round

Gaston Bolaños venceu Daniel Carey por nocaute técnico no primeiro round

Kyle Crutchmer venceu Michael Lombardo por decisão unânime Edwin de los Santos venceu Alberto Mendez por decisão unânime 

Rogelio Luna venceu Socrates Hernandez por nocaute técnico no terceiro round

Laird Anderson venceu JT Donaldson por finalização no primeiro round

Theo Haig venceu Alan Benson por finalização no primeiro round