Conteúdo

Detonou! Ex-UFC, Chael Sonnen critica possível quarta luta entre McGregor e Poirier: 'Não há nada que justifique'

16 de julho de 2021

(por Leandro Chagas)

A lesão sofrida por Conor McGregor deu um desfecho um tanto quanto frustrante para a esperada trilogia contra Dustin Poirier, que foi a atração principal do UFC 264, realizado no último sábado (10). Inconformado com a derrota, ainda no octógono, o irlandês pediu por mais uma luta contra "The Diamond", e ganhou o apoio de Dana White, presidente da organização. Entretanto, na opinião de Chael Sonnen, um quarto confronto entre os dois não faria sentido. 

Em uma conversa com o analista Max Kellerman, da "ESPN americana", Sonnen, que agora trabalha como comentarista da emissora, criticou abertamente a possibilidade de um embate número quatro. Na opinião do ex-desafiante ao cinturão dos médios e meio-pesados do UFC, durante o primeiro e único round do duelo disputado no final de semana passado, McGregor não deu provas de que poderia vencer o combate. Para justificar seu ponto de vista, o antigo rival de Anderson Silva também citou o momento ruim de "Notorious", que perdeu três das últimas quatro lutas que disputou no Ultimate.

"Não houve nada dentro daqueles cinco minutos que fosse competitivo. Você costumava contar muito com Conor McGregor e, a propósito, não estou chutando um cara quando ele está caído, estou apenas discutindo o que vi. Você costumava contar com Conor vencendo na trocação e (ele era) um cara muito difícil de derrubar. Você nunca conseguiria segurá-lo”, disse Chael, em trecho transcrito pelo site "MMA Fighting". Na sequência, o ex-lutador emendou:

“Ele não está ganhando nenhuma parte dessas lutas, e eu não falo disso para desanimá-lo, trago isso para te dizer que não há necessidade, pelo menos em um cenário competitivo, não há nada aqui que justifique ver essas caras lutarem de novo”, finalizou.

Atleta mais popular da história do Ultimate, Conor McGregor esteve envolvido em todos os três eventos que mais venderam pay-per-view na história da companhia. Um destes shows é inclusive o UFC 264, que com 1,8 milhão de pacotes vendidos, se tornou o segundo maior sucesso da organização neste quesito. O evento superou as edições de revanches entre McGregor vs Nate Diaz (UFC 202) e McGregor vs Poirier (UFC 257), que atingiram o número de 1,6 milhão.