Conteúdo

Desabafou! Thiago Marreta rebate críticas após performance no UFC Vegas 38: 'Maioria quer apenas ver pancadaria, sangue'

6 de outubro de 2021

(por Leandro Chagas)

Ao vencer por decisão unânime o também brasileiro Johnny Walker no último sábado (02), na luta principal do UFC Vegas 38, Thiago Marreta pôs fim a uma sequência de três derrotas consecutivas. Contudo, o meio-pesado de 37 anos teve o seu desempenho criticado por aqueles que esperavam um duelo mais eletrizante entre os dois atletas conhecidos pelo poder de nocaute. Na última terça-feira (05), o ex-desafiante ao cinturão dos meio-pesados utilizou as redes sociais para fazer um desabafo e rebater os comentários negativos sobre sua performance.

Para ilustrar parte das dificuldades enfrentadas por um lutador, Marreta publicou uma foto com um corte no rosto, sofrido semanas antes do combate do último sábado, comparando com uma imagem após o embate com Walker, onde ele aparece praticamente sem ferimentos. Apesar de entender as críticas, Thiago pediu respeito ao seu trabalho, defendendo que o mesmo é fruto de muita dedicação e esforço diário.

“Primeira foto, três semanas antes da luta. Segunda foto, após a luta. Eu entendo que a maioria quer apenas ver pancadaria, sangue, nocaute e alguém estirado no chão, e não há nada de errado nisso, afinal de contas estamos falando de um esporte de combate. Mas não venha julgar o trabalho árduo e diário de atleta por causa de uma noite não tão empolgante”, escreveu o veterano. 

Quem também saiu em defesa de Marreta foi Michael Bisping. Em seu canal no YouTube, o inglês explicou como a pressão é grande dentro do Ultimate, ainda mais para atletas que vem de uma sequência negativa. 

“Vocês têm que entender, porque no UFC é muita pressão! No UFC, ou você está lá em cima ou está lá embaixo. É a felicidade e a tristeza. Se você ganhar a luta, vai ser ótimo. Se você perder, mesmo sem ter apanhado, daria  no mesmo que ter apanhado. Você perde metade do seu dinheiro e sua carreira vai por água abaixo. Se ele tivesse perdido aquela luta… E ele disse na entrevista pós-duelo que era a última luta no contrato dele. Se ele perdesse, quatro derrotas seguidas, última luta do contrato, teria uma boa possibilidade do Thiago Santos não renovar com o UFC, tendo um bebê a caminho”, disse o ex-campeão peso-médio, relembrando que o brasileiro será pai novamente em breve. Veja um trecho do vídeo no link abaixo:

https://youtu.be/OB6IikLk8uE

Aos 37 anos, Thiago Marreta é atualmente o quinto colocado no ranking dos meio-pesados. Com um cartel de 22 vitórias e nove derrotas, o carioca estreou no Ultimate em 2013. Dentro da maior organização de MMA do mundo, disputou 22 lutas, vencendo 14 vezes, sendo 11 por nocaute, e  perdendo oito duelos. Seu melhor momento dentro do octógono foi entre 2018 e 2019, quando encaixou uma sequência de quatro triunfos e disputou o cinturão da divisão até 93kg contra Jon Jones, que manteve o título em um embate para lá de apertado, onde muitos enxergaram a vitória do brasileiro.