Conteúdo

DeRozan rouba a cena com 41 pontos e Bulls surpreendem os Bucks, na casa do atual campeão, para empatar a série em 1-1

21 de abril de 2022

por Sérgio Viana

Na temporada regular, o duelo entre as duas equipes foi de domínio total do time de Wisconsin, 4-0 com muita facilidade. Talvez por isso causou surpresa de como os Bucks venceram o jogo 1, com mais dificuldade do que se imaginava antes de iniciar a série, mesmo com mais uma excelente atuação de sua estrela Giannis Antetokounmpo e um double-double, com 27 pontos e 16 rebotes, o time coletivamente errou demais.

A expectativa para o jogo 2 era saber com que intensidade o atual campeão iria se impor em mais uma partida nos seus domínios, o Fiserv Fórum. DeRozan prometeu que não repetiria a péssima atuação do jogo 1. Será?

Sem surpresas no "line-up" das equipes, a partida começou com uma defesa forte do time dos Bulls, que forçou dois erros seguidos dos Bucks e, com propriedade, abriu 9-0 em menos de dois minutos, forçando Budenholzer a parar o jogo muito cedo. A parada deu resultado, com uma corrida importante. 
 

Acertando quatro bolas de 3 pontos, Milwaukee empatou a partida em 16, com o relógio marcando 5:55 para o final do primeiro período. Os Bulls estavam muito preocupados com a presença de garrafão do time da casa, com Giannis, Lopez e até mesmo Middleton, deixando o perímetro aberto para essa reação. Primeiro período seguiu equilibrado com uma parcial de 29-28 e ligeira vantagem para os Bulls.

No segundo quarto, os visitantes esquentaram, principalmente DeRozan, decidido a não repetir a performance do jogo 1, o craque comandou o time que aplicou uma parcial contundente de 34-21 e foi para o intervalo com improváveis 14 pontos de vantagem.

O time de Chicago voltou para o terceiro período na mesma velocidade, forçando os Bucks ao erro e seguiu forte no aproveitamento de quadra, com 7:50 no relógio a diferença estava em +16 para o Bulls.

No retorno os times trocaram pontuação, com muita dificuldade, e os Bucks seguiram errando muito, se segurando um pouco nas bolas de três pontos até nova parada com 04:05 no relógio e 77-63 no placar. Nem o mais otimista torcedor dos Bulls imaginou uma mudança de postura da equipe, como até então o time de Illinois demonstrava.

Os Bucks voltaram mais ligados, chegando a cortar a vantagem para três pontos, com uma defesa mais forte e maior agressividade no ataque. Mas, no final do período, DeRozan, pegando fogo, segurou a reação do time da casa, para fechar a etapa com uma parcial de 31-24 para os Bucks, mas ainda com 7 tentos de vantagem (87-80).

O time anfitrião voltou desligado no início do último período, tomando uma corrida de 9-0, obrigando mais uma vez Budenholzer parar o jogo, com 9:40 no relógio e 96-80 no placar.
 

O trabalho defensivo dos Bulls vinha fazendo a diferença e dominando os rebotes para tentar mudar o panorama da série. Vucevic fez a quinta falta com 7:30 para o final. Middleton sentiu o lance e em seguida foi para o vestiário, para não voltar mais ao jogo. Com uma bola de 3 pontos de Holiday os Bucks trouxeram a diferença para 10, e Donovan pediu tempo para não deixar o mingau desandar, com 6:26 para o final.

As equipes seguiam com muita dificuldade de pontuar e, com 04:20 para o final, mais um pedido de tempo com o placar em 105-97 para os Bulls. O jogo ficou truncado e os técnicos usaram e abusaram dos pedidos de tempo.

Com 03:29 para acabar, o placar quase não mudou, 107-99. Os Bucks acertaram um pouco melhor a marcação em DeRozan no último período, esfriando um pouco o seu jogo. Brook Lopez, com menos de 1 minuto fez grande jogada, converteu os dois pontos e sofreu falta para trazer para 3 pontos a desvantagem e incendiar a torcida, que acreditava em uma virada.
 

Ledo engano, os Bulls gastaram o relógio, erraram três vezes o arremesso e pegaram o rebote nas três, com 18 segundos no relógio e 114-109 no placar.

Giannis ainda tentou um respiro, mas com 4 segundos cometeu falta de ataque em Caruso. Os Bulls ainda tentaram entregar a rapadura com um desperdício na reposicão da falta de ataque, entretanto, não havia mais tempo.

Final: Chicago Bulls 114 x 110 Milwaukee Bucks

Que jogo disputado. DeRozan prometeu e cumpriu: foi o melhor da partida com, 41 pontos, 7 rebotes, 4 assistências, perfeito na linha de lance livre com 9-9, e excelentes 51% de aproveitamento em arremessos de quadra. Ele se tornou apenas o 5º jogador do Chicago Bulls a ter 40+ pontos em um jogo de Playoffs.

Nikola Vucevic, mesmo pendurado com cinco faltas desde os 7 minutos do quarto período, fez grande partida, entregando o seu 45º double-double da temporada com 24 pontos, 13 rebotes e 10-18 em arremessos de quadra. Zach LaVine foi mais "discreto"com 20 pontos.

Não posso deixar passar a importância de Alex Caruso no jogo de hoje, principalmente do aspecto defensivo. Seu impacto no time dos Bulls vai muito além do que ele entrega no "boxscore". Marcou Giannis, deu toco em Lopez, pegou rebote decisivo e distribuiu nada menos que 10 assistências, terminando com um +/- de +16. Ele é peça chave no esquema de Billy Donovan, que comemorou muito seu retorno ao time.

Os Bucks, mesmo tendo um jogo bem abaixo e errático, poderiam ter vencido a partida. Giannis flertou com o triplo duplo, 33 pontos, 18 rebotes e 9 assistências, mas não teve uma noite dominante. Interessante isso por que todos os titulares vieram para 10+ pontos e mesmo assim o time não venceu. Brook Lopez com 25 pontos e Khris Middleton com 18 pontos foram os demais destaques na pontuação. Holiday, mais uma vez muito importante na defesa, ajudou a "limitar" DeRozan no último período à 4 pontos.

Tenho um grande amigo que tem uma teoria: em uma série de 7 jogos, uma equipe vai fazer uma partida acima do seu potencial, uma abaixo e as demais ficarão na média. Isso explicaria o motivo de normalmente a melhor equipe vencer. O pulo do gato seria encaixar a sua melhor partida na melhor partida do seu adversário e vencer para mudar o curso. 

Escrevo isso para dizer que ainda não acredito que o Bulls possa fazer frente ao atual campeão na série, talvez ela fique mais longa do que se imaginou, e acendeu a luz amarela. Mesmo que Middleton não esteja 100%, os Bucks continuam favoritos.

A série vai para Chicago e o próximo jogo será no United Center, nesta sexta (22), às 21:30, com transmissão do Sportv.

A conferir.