Conteúdo

Derek Carr apoia contratação de Colin Kaepernick pelo Las Vegas Raiders

8 de junho de 2022

por João Zarif

Quase duas semanas depois de Colin Kaepernick ter treinado sob observação do Las Vegas Raiders, o quarterback da franquia apoiou Kap se juntando ao time. "Não quero falar por todos nesse sentido - não quero que alguém fique bravo comigo por dizer: 'Acho que seria ótimo' - mas eu o conheço e me daria muito bem. ”, disse o quarterback dos Raiders, Derek Carr, nesta terça-feira, via Paul Gutierrez, da ESPN. "Estivemos bem antes, e estaríamos novamente. Acho que, em grande parte, ele se daria muito bem com nossos caras."

Carr está nos Raiders desde 2014 e Kaepernick esteve no San Francisco 49ers durante as três primeiras temporadas da carreira de Carr. Antes disso, eles compartilharam uma temporada juntos na Western Athletic Conference em 2009 - Carr com Fresno State e Kaepernick com Nevada. “Lembro-me de nossos dias naquela época, apenas o observando e o que ele fez na faculdade, conhecendo-o e conversando com ele ao telefone”, disse Carr. "Eu disse a vocês, eu amei meu tempo com ele. Eu acho que ele é um grande cara. Ele tem sido ótimo de estar por perto. Eu gostei de estar perto dele, conversando com ele, competindo contra ele."

Em seu primeiro treino individual com uma equipe da NFL desde que se tornou um agente livre em 2017, Kaepernick foi impressionante na frente da equipe dos Raiders em 25 de maio. Kaepernick não joga desde que estava com os Niners na temporada de 2016, durante a qual protestou pacificamente contra a brutalidade policial e a injustiça social ao se ajoelhar durante o hino nacional antes dos jogos. Kaepernick ficou sem contrato na offseason seguinte e vem trabalhando para retornar à liga desde então. Ele teve uma visita de agente livre com o Seattle Seahawks em maio de 2017 e jogou na frente de olheiros da NFL durante o intervalo do jogo de primavera da Universidade de Michigan em 2 de abril.

Se ele encontrar seu caminho nos Raiders, Kaepernick competiria por um lugar atrás de Carr, cuja extensão contratual na offseason eliminou quaisquer dúvidas de que ele é o homem para o cargo no ataque do novo técnico Josh McDaniels. Na sala de QBs, Kap se juntaria aos reservas Jarrett Stidham, Nick Mullens e Chase Garbers. Nas semanas seguintes ao treino em Michigan, o ex-quarterback dos Niners deixou claro que estaria bem em assinar com um time como reserva, embora tenha ressaltado que seu objetivo final é provar que ainda tem capacidade de ser titular na NFL. "Sim. Eu sei que tenho que encontrar meu caminho de volta", disse Kaepernick. “Então, sim, se eu tiver que entrar como reserva, tudo bem, mas não é onde eu vou ficar. E quando eu provar que sou titular, quero poder entrar em campo como tal. Eu só preciso dessa oportunidade de entrar pela porta."

Seria um retorno para o produto de Nevada, que se tornou um QB de dupla ameaça para os 49ers e encaixou perfeitamente no ataque do técnico Jim Harbaugh, quando substituiu um lesionado Alex Smith, e levou o time ao Super Bowl da temporada 2012, quando o time foi derrotado em New Orleans pelo Baltimore Ravens de Joe Flacco. Ao longo de seis temporadas da NFL com os Niners, Kaepernick completou 1.011 de 1.692 passes (59,8%) para 12.271 jardas, 72 touchdowns e 30 interceptações, e correu para 2.300 jardas em 375 corridas para 13 touchdowns.