Conteúdo
×

Error message

Image resize threshold of 10 remote images has been reached. Please use fewer remote images.

Debaixo de muita neve, Manchester City conta com brasileiros para vencer o West Ham

28 de novembro de 2021

(por Rafael Lima)

Debaixo de muita neve, o Manchester City recebeu o West Ham no Etihad Stadium. Os Citizens, mirando se aproximar da liderança da Premier League, tiveram muitas dificuldades nestas condições, já que é uma equipe que preza pelo toque de bola.

Apesar das condições climáticas, o City pressionou a saída de bola do West Ham desde o início e, logo aos seis minutos, Walker já assustou a meta de Fabianski com um chute perigoso.

O time da casa tinha a bola, mas a dificuldade de criar nesta situação era clara. A solução era a bola parada. Após escanteio de Gundogan, Laporte cabeceou na trave. Logo na sequência Mahrez foi à rede, mas estava impedido.

O West Ham tinha a armadilha criada, os contra-ataques. Aos 22’, Benrahma finalizou para boa defesa de Ederson, na primeira finalização dos visitantes. Mesmo com a chance do clube de Londres, o domínio era do Manchester City. Sterling recebeu de Bernardo Silva e finalizou com muito perigo. O gol parecia amadurecer.

E aos 32’ ele aconteceu. João Cancelo deu lindo passe para Mahrez, que finalizou com desvio e a bola sobrou limpa para Gundogan tirar o primeiro zero do placar.

O West Ham tentou empatar logo depois, e Benrahma obrigou Ederson a fazer outra boa defesa. A neve aumentou, e Gabriel Jesus teve uma oportunidade incrível desperdiçada. O brasileiro bateu e Johnson tirou em cima da linha.

Na reta final do movimentado primeiro tempo, Cancelo bateu e Fabianski fez boa defesa, no rebote Mahrez perdeu um gol incrível chutando na trave. O frio absurdo não tirou o brilho do primeiro tempo, que foi bastante movimentado entre as duas boas equipes.

Com o tempo ruim e o placar favorável, o Manchester City veio para o segundo tempo disposto a administrar a partida. A primeira boa chance da etapa complementar veio com Gabriel Jesus, que desviou para tirar de Fabianski, obrigando Cresswell a salvar o West Ham.

O jogo ficou morno, com o City controlando a posse de bola, mas não sendo incisivo contra a meta dos visitantes. Os ‘Citizens’ só foram criar uma boa chance aos 34’, com Gundogan chutando em cima de Fabianski.

Quando tudo parecia ficar por isso mesmo, Fernandinho, aos 44’, três minutos após sua entrada em campo, recebeu uma assistência na medida de Gabriel Jesus e decretou, de forma bem brasileira, o segundo do City.

Na sequência, Fernandinho lançou Bernardo Silva, que fez um golaço de cavadinha, mas estava impedido.  E, se o dois a zero parecia certo, o futebol mostra que só acaba quando termina. Lanzini acertou uma bomba de fora da área num belíssimo gol de honra para o West Ham no apagar das luzes.

Final: Manchester City 2 x 1 West Ham

O Manchester City soube enfrentar o bom time do West Ham e as difíceis condições do campo, apresentando um futebol coletivo e eficiente. Os brasileiros Gabriel Jesus e Fernandinho foram decisivos, ajudando o time da casa a assumir a vice-liderança da Premier League, com a mesma pontuação do líder Chelsea, mas com um jogo a mais.

Já o West Ham, quarto colocado, jogou dentro de suas limitações e tentou se aproveitar dos contra golpes, porém, no fim, a qualidade técnica dos ‘Citizens’ prevaleceu. Apesar da derrota, os hammers seguem firmes na luta pela UEFA Champions League e nada indica que perderão o fôlego.