Conteúdo

De "arena nova", Lakers acordam no último quarto, mas Harden e Mills comandam triunfo dos Nets

26 de dezembro de 2021

(Por Diego Dias)

Na partida inaugural da agora chamada Crypto.com Arena, o Los Angeles Lakers abusou dos erros e depois buscou uma desvantagem que superou os 20 pontos e esteve bem perto de vencer, mas o Brooklyn Nets se deu melhor no retorno de James Harden após sair da lista protocolar da Covid.

O "Barba" esteve inspirado e terminou com 32 pontos, 8 rebotes, 10 assistências e 3 tocos. Ainda melhor esteve Patty Mills, que fez 8 de 13 do perímetro e foi o cestinha dos Nets com 34 pontos, somando ainda 7 assistências. Bruce Brown e DeAndre Bembry foram os escudeiros com 16 e 15 pontos respectivamente.

Do lado californiano, Russell Westbrook outra vez teve um triple-double com 13 pontos, 12 rebotes e 11 assistências, mas os 3 turnovers e os 21% de aproveitamento em arremessos pesaram contra. LeBron James foi o principal jogador com 39 pontos, 9 rebotes, 7 assistências e 3 roubos de bola enquanto Malik Monk saiu do banco para anotar 20 pontos e Carmelo Anthony (3 tocos e 2 roubos) teve um double-double de 17 pontos e 11 rebotes.

Sendo a "estrela solitária" de Brooklyn, Harden protagonizou as melhores ações de ataque da equipe logo de início. Aproveitando da boa pontaria nos chutes de longa distância de Mills e Bembry, e dos erros de posse dos angelinos, os Nets rapidamente colocaram duplos dígitos de diferença no placar e mantiveram a margem no quarto inicial.

O melhor momento dos Lakers até então era um toco de LeBron em tentativa de bandeja de James Johnson, mas a equipe voltou melhor para o 2º quarto e conseguiu estreitar a desvantagem para 6 pontos (40x34) com boa sequência de Monk com uma bola de três pontos e uma enterrada, somada a uma bandeja de Talen Horton-Tucker. Mas a equipe seguiu abusando dos turnovers forçados pelo posicionamento defensivo dos Nets, que se desgarraram em cesta de longe de Harden e de Brown na média distância. LeBron ainda anotou 6 pontos seguidos e Westbrook e Carmelo aproveitaram seus lances livres e Los Angeles foi pro intervalo a apenas 4 pontos (66x62) de distância dos novaiorquinos.

Duas cestas de longa distância anotadas por Wayne Ellington e Anthony deram a primeira liderança de placar aos Lakers desde o primeiro minuto da partida. Mas nem deu tempo para uma mudança de panorama, já que logo depois Brooklyn respondeu em infiltrações de Bembry e Brown e cestas de perímetro de Harden e a diferença voltou a superar os 10 pontos. Westbrook era o principal pontuador de Los Angeles no 3º período, mas ao mesmo tempo pecava na tomada de decisões ao forçar arremessos. Os Nets aproveitaram duas cestas seguidas de três pontos marcadas por Mills e Bembry para iniciar uma mini run para colocar 18 de margem (100x82) nos instantes finais do período, com outra conversão do armador australiano a 52 segundos.

A sequência do adversário pareceu ter esfriado os ânimos dos Lakers, que viram Harden servir Nic Claxton na ponte aérea e colocar 104x84 no marcador, a maior diferença da noite até então. Mills tratou de ampliar em mais um tiro de longa distância, mas LeBron respondeu na mesma moeda e iniciou uma reação angelina fazendo toda a jogada para bandeja de Horton-Tucker. Foi o estopim para uma run de 17x0 que colocou fogo no jogo e reconduziu a equipe para o duelo. James ainda matou uma bola de três e depois forçou um turnover de Harden para deixar 110x106 a 4 minutos pro final.

Claxton tentou frear os angelinos rejeitando Carmelo no fadeaway, mas o momento era dos Lakers e de LeBron, que com mais 5 pontos e passes para Melo e Monk trouxe o empate em 115 pontos com 45 segundos no cronômetro. A prorrogação parecia certa, mas Claxton finalizando na ponte aérea e dois lances livres de Harden trouxeram o alívio final aos líderes da conferência Leste.

Final: Brooklyn Nets 122 @ 115 Los Angeles Lakers

Brooklyn segue em Los Angeles para duelar com os Clippers na segunda-feira (27) enquanto os Lakers vão ao Texas enfrentar o Houston Rockets na noite seguinte.