Conteúdo

Dana White diz que exigência de vacina é "o problema" que impede o retorno do UFC ao Canadá

8 de junho de 2022

por João Zarif

Muitos países estão se abrindo, com multidões sendo cada vez mais comuns e os requisitos de quarentena e testes sendo descartados por muitos, à medida que os governos tentam se ajustar à vida durante uma pandemia. Isso aparentemente não é a única coisa que impede o UFC de retornar à sua programação internacional completa.

O UFC está se preparando para shows em Cingapura e na França, mas Dana White diz que a realização de shows em países como o Canadá ainda não é muito provável. “Ah, ainda não sei. Veremos. Tudo depende de como o mundo volta ao normal”, disse White a Aaron Bronsteter sobre um possível retorno ao Canadá. “Obviamente o Canadá é um mercado enorme para nós. O Canadá é uma grande parte da nossa história – adoro lá em cima. Vai depender apenas se o mundo voltar ao normal. Eu quero voltar para o Canadá este ano, mas vamos ver.”

Atualmente, o Canadá está aberto à turistas e recebeu vários grandes eventos recentemente, com os mandatos de máscara retirados e a capacidade total permitida. Então, quando pressionado sobre mais detalhes, o presidente do UFC admitiu que a questão está nas exigências de vacinação do país. “Acho que no Canadá neste momento precisaríamos de um cartão totalmente vacinado. Todo mundo no cartão tem que ser vacinado”, disse White. “Sim, esse é o problema.”

A quantidade de estrelas do UFC vacinadas é tão baixa que não conseguem construir um card de qualidade no Canadá e em outros países com requisitos semelhantes? Esse percentual também é semelhante entre os dirigentes do UFC e seus funcionários que precisam viajar para esses eventos? Por hora, o Canadá está fora dos planos enquanto tiver esse requisito de entrada, e os compatriotas de Georges St. Pierre terão de esperar para ver novamente o octógono do UFC em sua terra natal.