Conteúdo

Confira os presentes de Natal mais esperados pelos torcedores dos 12 clubes brasileiros mais tradicionais

24 de dezembro de 2021

(por Rafael Lima)
 

Chegou o Natal, época do ano em que muitas crianças escrevem “cartinhas" pedindo presentes para o Papai Noel. Porém, não são só os pequenos que ganham “regalos” no dia do nascimento de Cristo, tradicionalmente, amigos e familiares trocam presentes na noite ou na semana natalina.

Embarcando nesta tradição, resolvemos listar os principais presentes que o torcedor de cada grande clube brasileiro gostaria de ganhar. A relação engloba grandes contratações, títulos, verdadeiros milagres e até o presente mais esperado da vida. Confira!
 

Craques que mudam o patamar

Muita gente sonha com presentes caros e, seguindo essa linha, alguns times têm ventilado jogadores famosos mundialmente em seus elencos como por exemplo o Corinthians, que adoraria enfeitar sua árvore com Cavani, Luís Suárez ou Diego Costa. A diretoria do Timão entrou em contato com os representantes dos três e embora sejam difíceis, os diretores corintianos não descartam a vinda de um deles.

Já um dos rivais da capital, o São Paulo, gostaria de presentear sua torcida com dois jogadores habilidosos que jogam aberto: Douglas Costa e Soteldo. A diretoria tricolor conversa com os representantes de ambos e está otimista em relação às contratações.

Ainda na categoria “jogador presente”, o Atlético Mineiro, que já possui um dos elencos mais fortes da América do Sul, está ventilando os veteranos de Copa do Mundo Di María e Vidal, que tornariam o plantel do Galo ainda mais espetacular.

Outro time que consultou um atleta de nível mundial foi o Fluminense. O tricolor das Laranjeiras está tentando a contratação do craque português Nani, que viria o time carioca para mudar o patamar do meio-campo. Além dele, a torcida tricolor adoraria ter em sua árvore o atacante Ricardo Goulart para encorpar ainda mais o elenco.
 

Jesus é o salvador e Portugal é sinônimo de bom treinador

O Flamengo também gostaria de ter como presente de Natal uma contratação, porém, não seria de um jogador e sim do treinador mais bem-sucedido no clube nas últimas décadas, o português Jorge Jesus, que está na corda bamba no Benfica, mas seria recebido com muita festa pelos rubro-negros.

O Internacional segue em busca de um treinador capaz de fazer o time jogar de acordo com a capacidade de seu elenco, depois de quase anunciar Cacique Medina, o clube decidiu subir o sarrafo e enviou representantes a Europa para convencer o técnico da Seleção da Polônia, o português Paulo Sousa, que possui bons trabalhos em vários clubes europeus. Além do técnico, a árvore Colorada também poderia ter o atacante Marinho, rei da América em 2020.
 

Não quero presente, quero dinheiro

Chega uma fase na vida do ser-humano, principalmente na adolescência, que a frase “não quero presente, quero dinheiro” faz parte do cotidiano de algumas casas no Natal. Esse parece ser o caso do Botafogo, que acabou de virar clube-empresa e deve ser adquirido por um grupo de empresários, o que faz o torcedor sonhar com uma grande injeção financeira nos cofres da equipe.
 

Presente? Neste caso, um novo milagre

O Peixe, assim como outros clubes brasileiros está quebrado financeiramente e sem perspectivas de grandes contratações ou tampouco movimentação para se tornar clube-empresa. Por isso, o único presente possível é reviver as histórias de “raios” recentes, quando ninguém dava nada pelo time e surgiram as gerações Robinho e Diego e Neymar e Ganso. Quem sabe Rwan, Angelo, Weslley Patati criam uma nova tempestade de talento na Vila Belmiro?
 

Meu maior presente eu quero no próximo Natal

Muitas famílias que não passam por boa situação financeira, se seguram em um Natal com presentes modestos para se planejarem para na festa natalina seguinte conseguirem um regalo melhor. Esse parece ser o caso de Grêmio, Vasco e Cruzeiro, que gostariam de ter como maior presente de Natal o retorno para a Série A do Brasileirão.
 

O presente esperado pela vida inteira

Existem aquelas famílias que prometem algo muito valioso para depois do Natal. Esse é o caso do Palmeiras, que tem a chance de dar o maior presente da história de sua trajetória, o tão sonhado mundial de clubes, que será disputado em fevereiro. Caso o clube conquiste este título, a comemoração com certeza será maior que a de todos os outros times juntos, já que essa é uma obsessão de muitos anos.