Conteúdo

(por Cassiano Pinheiro)
 

Os apelidos são usados para substituir os nomes das pessoas, algumas vezes eles são carinhosos, outras vezes nem tanto... Geralmente evidenciam alguma característica marcante do indivíduo, seja ela física, psicológica, seu jeito de ser, etc. A NBA está repleta de grandes apelidos que muitas vezes transcenderam os próprios nomes dos atletas e se tornaram sua marca registrada. Confira abaixo uma lista dos melhores apelidos da NBA.


Earvin Jonhson – “Magic” : Esse é talvez o apelido mais enraizado em um jogador da NBA, muitas pessoas nem sabem que seu primeiro nome é “Earvin”, já que sempre é citado simplesmente como “Magic Johnson”. O grande armador dos Lakers ganhou essa alcunha devido à grande classe e técnica com que atuava, suas jogadas pareciam simplesmente mágica.

Michael Jordan – “Air Jordan”: Deve-se ao fato de que, principalmente em seus primeiros anos de carreira, Michael fazia muitas jogadas plásticas em que saltava para o aro e realizava muitas acrobacias para se livrar dos marcadores, tudo isso em pleno ar em direção à cesta. Também devido à suas enterradas em que saltava grandes distâncias como no Dunk Contest de 1988.

Julius Erving – “Doctor J”: Segundo o próprio Dr J esse apelido vem desde seus tempos de escola, ele costuma chamar um certo amigo de “Professor” e o amigo o chamava de “Doutor”. Uma simples brincadeira que acabou se tornando um dos melhores apelidos da NBA.

Karl Malone – “The Mailman”: Malone passou a ser chamado de “O carteiro” devido à sua grande consistência durante as temporadas, ele sempre entregava boas performances. Então devido à sua regularidade acima da média passou a ser chamado assim, em uma alusão à um carteiro que sempre passa em determinado dia para entregar a correspondência. The Mailman é nada mais nada menos que o segundo maior pontuador da história da NBA com mais de 36.000 pontos.

David Robinson – “The Admiral”: Bi-campeão pelo San Antonio Spurs, o almirante é chamado assim devido aos seus serviços prestados à marinha dos EUA.

Hakeem Olajuwon – “The Dream”: Outro apelido que pegou muito bem foi o de Olajuwon, tanto pelo significado quando pela rima (Hakeem-Dream). Olajuwon é o maior ídolo da história do Houston Rockets, bi-campeão da NBA (1994 e 1995). Era um pivô simplesmente sensacional, e pela capacidade de fazer praticamente tudo muito bem era considerado “um sonho”. Hakeem foi eleito na 1ª escolha do histórico draft de 1984, a frente de nada mais nada menos que um tal de Michael Jordan.

Lebron James – “The King”: LeBron é chamado de “King James” há tanto tempo que é até um pouco difícil destacar o exato momento em que esse apelido foi criado. Mas, em essência, a liga estava precisando de um novo superstar para elevar o patamar e atrair novos fãs. Foi nesse contexto que surgiu LeBron James, vindo direto do HighSchool já com uma fama nacional, para ser a nova cara da NBA. Durante toda sua carreira LeBron somente comprovou e reafirmou seu apelido, sendo considerado durante anos o melhor jogador do mundo, dominando o Leste e sendo tri-campeão da NBA.

Kobe Bryant – “The Black Mamba”: O apelido de Kobe tem sua criação envolta em polêmica. Em 2003 Bryant foi acusado de agressão sexual e isso abalou muito sua vida pessoal. Então para de alguma forma tentar separar seu lado pessoal do profissional, Kobe criou o “Black Mamba”. A Mamba-negra é uma cobra africana, considerada uma das mais rápidas e letais do mundo, características que Kobe se identificou, algo que ele buscava sempre em quadra.

Gary Payton – “The Glove”: Grande armador dos anos 90, conhecido principalmente por sua carreira no Seattle Supersonics. Gary é conhecido como “The Glove” devido às suas enormes qualidades defensivas. Payton foi eleito o melhor defensor do ano na temporada 1995-1996.

Jason Williams – “White Chocolate”: Armador extremamente habilidoso que teve seus principais momentos entre o final dos anos 90 e o início dos anos 2000. Recentemente Williams foi ao programa de Kevin Garnett e disse que o apelido lhe foi dado por alguém do departamento de relações públicas do Sacramento Kings. Jason foi eleito para o All-Rookie First Team em 1999 e faturou o título da NBA em 2006 com o Miami Heat.

Vince Carter – “Vinsanity”: Carter ganhou esse apelido por causa de seu estilo de jogo, intenso, agressivo em relação à cesta, um show a parte. Ele causou um grande impacto na liga logo em seus primeiros anos. Transformando toda a relação do então recém criado Toronto Raptors, um time em seus primeiros anos, ajudando a estabelecer a franquia na liga e começar a criar uma base de fãs para um esporte que até então não chamava muito a atenção dos canadenses. Suas enterradas eram simplesmente uma insanidade.

Andrei Kirilenko – “AK-47”: Mais um daqueles apelidos que pegam e que tem tudo a ver com a pessoa. Kirilenko ganhou esse apelido por causa de suas iniciais, do número da camisa que vestia e também por ser russo. O ala fez carreira no Utah Jazz e foi eleito para o All Star Game em 2004. Além disso, Kirilenko foi campeão e MVP do EuroBasket em 2007.

Jerry West – “The Logo”: No final dos anos 1960 a NBA rivalizava com a ABA em busca do posto de melhor liga de basquete dos Estados Unidos. A NBA buscava se diferenciar e com isso resolveu criar um logo. Jerry West, excelente armador dos Lakers, foi escolhido como uma inspiração, segundo o comissário da liga na época o logo com a silhueta de West aliava o dinamismo e atleticismo que a liga possuía. Jerry foi campeão com os Lakers em 1972 e teve uma grande carreira, mesmo após se aposentar das quadras ele não deixou o basquete, sendo campeão mais 8 vezes como executivo com os Lakers e os Warriors.

Giannis Antetokounmpo – “The Greek Freak”: Giannis ganhou esse apelido devido à uma combinação excelente de porte físico e habilidades técnicas. O grego tem 2,11m de altura, mesmo assim é extremamente ágil e já jogou até de armador do time algumas temporadas atrás. Sua força, envergadura e técnica o torna uma “aberração” em quadra.

James Harden – “The Beard”: Um dos melhores jogadores de sua geração (1x MVP e 2x cestinha da temporada). Harden já há alguns anos ostenta uma volumosa e destacada barba.

Stephen Curry e Klay Thompson – “The Splash Brothers”: Para fechar a lista temos um dos melhores apelidos dos últimos tempos e melhor ainda é para uma dupla. São eles os “Splash Brothers”. Curry e Thompson simplesmente estabeleceram uma nova era na liga (tricampeões da NBA), os dois ganharam esse apelido devido as quantidade e qualidade dos arremessos certeiros de três pontos, muito de longe da linha dos 3 e alguns até do meio da quadra, com uma naturalidade singular.