Conteúdo

Com primeiro tempo de arrepiar, Liverpool abre dois gols de frente, mas Chelsea busca o empate

2 de janeiro de 2022

(por Rafael Lima)
 

O Chelsea recebeu o Liverpool disposto a se manter em segundo lugar na Premier League e não deixar o Manchester City fugir muito na tabela. Porém, do outro lado, o desejo era o mesmo, ja que os Reds estavam um ponto atrás dos Blues e ainda possuem uma partida a menos. 

O Liverpool, mesmo fora de casa, adotou desde o início uma postura ofensiva, porém, o primeiro lance de perigo, aos 6 minutos, foi do Chelsea. Após dividida de Alexander-Arnold com Havertz, a bola sobrou limpa para Pulisic, que tentou driblar Kelleher, mas o goleiro salvou. 

Mas, na sequência, foi inapelável. Chalobah furou e Mané saiu na cara de Mendy para abrir o placar em Stamford Bridge. 

A partir daí o Chelsea ficou mais com a bola e tentou se impor para empatar a partida, enquanto o Liverpool parecia com o contra-ataque encaixado. 

Se aos 21’ Salah, mesmo impedido, parou em Mendy. Aos 25 minutos, Salah passou para Arnold, que esperou o egípcio correr e lançou de volta. Salah saiu na cara de Mendy, com pouco ângulo, mas anotou com muita categoria. 2 a 0 para os Reds!

O duelo deu uma acalmada com o Chelsea com a bola, mas sem conseguir finalizar, enquanto o Liverpool estava esperto para tentar liquidar a fatura. 

Quando jogo estava mais morno, Marcos Alonso bateu uma falta da direita bem fechado, Kelleher tirou de soco para fora da área, mas Kovacic pegou um sem pulo sensacional, ela bateu na trave e morreu no fundo da rede em um golaço! 2 a 1 para os visitantes, mas os Blues estavam novamente vivos no jogo. 

E aos 45’ o jogo mudou de vez. O Chelsea apertava a saída de bola, impondo dificuldades para a defesa do Liverpool. Numa antecipação de Rudiger a bola chegou em Kanté que lançou Pulisic. Na cara do gol o atacante não desperdiçou e empatou a partida para delírio da torcida da casa. Que jogaço!

Dois minutos depois, Mason Mount por pouco não vira a partida, mas o meia pegou mascado não bola. 

Aparentemente os Reds voltaram mais adiantados, porém, a primeira boa chance da segunda etapa foi dos Blues. Marcos Alonso dominou e bateu por cima da meta de Kelleher.

Mas, aos 10 minutos, num contra-ataque fantástico, Salah viu Mendy adiantado e tentou por cobertura, mas o goleiro se recuperou em uma defesaça.

Logo na sequência, Mané, após linda tabela, bateu para outra grande defesa de Mendy. O Liverpool dominava as ações. 

Aos 16’, Pulisic obrigou Kelleher a fazer boa defesa. O atacante recebeu o toque de cabeça mandando para o gol, mas o arqueiro do time vermelho espalmou para frente. 

Após isso o Chelsea passou a incomodar mais. Pulisic chutou com perigo aos 26’ e, 10 minutos depois, Mount fez Kelleher realizar boa defesa. 

O Liverpool não tinha a mesma criatividade de antes, mas conseguia de certa forma anular os ataques dos anfitriões. Desta forma o jogo seguiu até o fim.
 

Final: Chelsea 2x2 Liverpool
 

Empate em casa nunca é bom, porém, após estar perdendo por dois a zero, enfrentando uma das melhores equipes do mundo, até que o Chelsea deixa a partida com um sentimento de alívio. 

Já o Liverpool, perdeu a chance de assumir o segundo lugar e, com um jogo a menos, ainda ficar por duas vitórias do líder Manchester City. Agora, nove pontos atrás, os Reds já começam a enxergar os Citizens bem longe na tabela.