Conteúdo

(por Rafael Lima)
 

Os selos mais importantes da NFL estão de volta! Na semana 1 muita gente lutou para conquistar o prêmio Peyton Manning, que nós da Playmaker Brasil concedemos ao melhor quarterback de cada rodada. 

Patrick Mahomes foi espetacular como sempre e liderou a virada do Kansas City Chiefs diante do Cleveland Browns; Matthew Stafford teve uma estreia segura pelos Rams, não tomando conhecimento da defesa dos Bears; Jameis Winston comandou o massacre dos Saints em cima dos Packers, com ele sendo o único QB a passar para cinco touchdowns. Outro que merece ser citado é Kyler Murray, que fez jogadas espetaculares na vitória dos Cardinals sobre os Titans. 

Foi muito difícil a escolha, porém, Russell Wilson foi eleito por ter conseguido o segundo maior número de TDs (4), ser o segundo em QB Rate (152.3) e pelas jogadas espetaculares que culminaram em alguns dos touchdowns mais bonitos da semana 1.

Já do outro lado da moeda, quem teve uma atuação digna de Ryan Leaf foi Aaron Rodgers. Desinteressado, modorrento, pouco preciso, nem de longe o quarterback do Green Bay Packers lembrou o jogador que conquistou o último título de MVP.  Foram 133 jardas lançadas, nenhum TD e duas interceptações, algo totalmente impensável para um QB da sua categoria. O QB Rate foi o pior de toda a carreira (36.8) e a vontade esteve longe do TIAA Bank Field.