Conteúdo

Com luta polêmica, PFL dá início às disputas de peso-pesado masculino e peso-leve feminino; o que dizer sobre o evento

7 de maio de 2021

(por Rafael Lima)
 

A Professional Fighters League teve mais um evento na noite desta quinta-feira, quando iniciou a temporada dos pesos-pesados masculinos e pesos-leves femininos. O card teve belos nocautes, uma finalização técnica e uma luta principal bastante polêmica. 

O resultado controverso ocorreu na vitória de Renan Problema, por nocaute técnico, diante do experiente Fabrício Werdum. Tudo porque logo no início Werdum conseguiu levar a luta para o chão após a sua voadora característica. O ex-campeão do UFC conseguiu encaixar um triângulo e Renan pareceu ter batido com a chave, quando o “Vai cavalo” perdeu a posição e o Problema deu uma saraivada de golpes por cima para nocautear o compatriota. 

A vitória de Renan Problema foi bastante contestada com Fabrício Werdum pedindo para ver o vídeo e tendo a certeza da batida do compatriota. O “Vai cavalo” falou ainda dentro do cage: "Acho que todo mundo viu a luta, ele bateu. Tenho que respeitar o meu oponente, não quero quebrar o braço dele, então larguei. Mas ele continuou me batendo. Isto é um tapa para mim. Luto há 23 anos, quando ele bate desse jeito, eu tenho que parar. Na minha cabeça, tinha terminado, por isso parei. (...) Ele sabe na cabeça dele que bateu também."

O brasileiro Bruno Cappelozza mostrou todo o seu poder com um nocaute relâmpago no croata Ante Delija, quando abriu o caminho com um overhand de direita. 

Os outros pesados a vencer foram Brandon Sayles, que derrotou Mohammed Usman, irmão da sensação do UFC, Kamaru Usman, na melhor luta do evento, que terminou com um mata-leão justo do americano, que apagou o nigeriano. E, o russo Denis Goltsov, que acertou um volume imenso de golpes para nocautear Muhammed DeReese. 
 

Peso-leve feminino

O Brasil também teve o que comemorar entre as mulheres, Larissa Pacheco foi avassaladora diante de Julia Pajic, que havia lutado contra homens e até um tigre, mas nunca tinha sentido a potência e velocidade das mãos da brasileira, que fizeram a montenegrina beijar a lona em 51 segundos.

Nem tudo foi bom para o Brasil, a gigante Kayle Harrison rapidamente colocou seu ground and pound em prática para nocautear rapidamente a nossa Mariana Morais. 

A categoria ainda teve Kaitlin Young, Genah Fabian e Taylor Guardado vencendo suas lutas por decisão unânime. 

Confira todos os resultados do evento:

PFL 2021 #3

CARD PRINCIPAL

Renan Problema venceu Fabricio Werdum por nocaute técnico a 2m32s do R1

Kayla Harrison venceu Mariana Morais por nocaute técnico a 1m23s do R1

Brandon Sayles venceu Mohammed Usman por finalização técnica aos 3m42s do R2

Larissa Pacheco venceu Julija Pajic por nocaute técnico aos 51s do R1

CARD PRELIMINAR

Bruno Cappelozza venceu Ante Delija por nocaute aos 46s do R1

Kaitlin Young venceu Cindy Dandois por decisão unânime (triplo 30-27)

Genah Fabian venceu Laura Sanchez por decisão unânime (triplo 30-27)

Denis Goltsov venceu Muhammed DeReese por nocaute técnico aos 4m21s do R1

Taylor Guardado venceu Helena Kolesnyk por decisão unânime (29-27, 30-26, 30-26)

Magomed Umalatov venceu Kyron Bowen por nocaute aos 7s do R2.