Conteúdo

Com Ketlen Vieira destronando mais uma ex-campeã e lutaça entre Michel Pereira e Santiago Ponzinibbio, confira a análise do UFC Vegas 55

22 de maio de 2022

(por Rafael Lima)

O UFC Vegas 55 coroou alguns brasileiros que apresentaram performances espetaculares, começando com a vitória mais importante da carreira de Ketlen Vieira, derrotando mais uma ex-campeã, Holly Holm, já que vinha de vitória diante da lendária Miesha Tate.

Ketlen Vieira tem boa atuação e derrota mais uma ex-campeã

O combate iniciou com Holm buscando mais a luta do que a brasileira, investindo em chutes baixos. Porém, a partir do segundo round Ketlen se achou e passou a acertar mais a adversária, conseguindo inclusive uma boa queda e quase uma finalização por estrangulamento.

Holm parecia ter mais volume, mas os golpes de Ketlen abalavam mais, principalmente os socos retos. Dedé Pederneiras, treinador de Ketlen Vieira, foi incisivo a pedir que a brasileira investisse no boxe e ela evoluiu demais no duelo, conectando varias vezes o rosto da ex-campeã.

Apostando na luta em pé, Ketlen no último round acertou um ótimo chute e uma cotovelada espetacular, mas Holm, sentindo muita dificuldade em pé, levou o confronto para a grade e tentou amarrar por lá, mas foi pouco para virar o combate, que foi merecidamente para a brasileira.

Brasileiros em alta

A luta da noite foi uma verdadeira guerra. No maior estilo Brasil x Argentina, Michel Pereira e Santiago Ponzinibbio deram tudo de si no octógono proporcionando um espetáculo memorável para os fãs de lutas. Ponzinibbio caminhou para a frente desde o início, mas Michel dava os melhores golpes, demonstrando mais precisão e velocidade.

O arsenal de Michel Pereira era vasto, acertando bons chutes, joelhadas e golpes de encontro, que apesar de abalarem o argentino, não o faziam andar para trás. Ponzinibbio chegou a derrubar o brasileiro no fim do segundo round, mas sem conseguir finalizar. Apesar de Michel Pereira estar bem em pé, Ponzinibbio dava boas combinações. Um direto de Santiago fez Michel sentir e ambos foram para a trocação franca, com claro risco de uma deles cair, mas os dois resistiram bravamente e terminaram a luta como grandes guerreiros.

Já no duelo brasileiro entre Tabatha Ricci e Polyana Viana, Tabatha foi melhor com belo jogo de quedas e dominância no chão. Além disso, a paulista conseguia minar com chutes que abriam caminho para as derrubadas, demonstrando inteligência tática para garantir a vitória.

Demais destaques

Vale destacar algumas performances espetaculares. Ainda no card principal, Chidi Njokuani dominou o duelo na grade e, no fim do primeiro round, saindo do clinche, acertou uma cotovelada brutal que nocauteou Dusko Todorovic.

Já no card preliminar, Joseph Holmes abriu caminho com uma bela joelhada para depois finalizar Alen Amedovski com pouco mais de um minuto de combate. Um embate antes, Jaílton Malhadinho demonstrou muita facilidade na luta agarrada, derrubando o “pesadão” Parker Porter para rapidamente abrir caminho para um esgana-galo que acabou com o confronto.

Outras lutas que encerraram pela via rápida foram as vitórias de Uros Medic, que demonstrou uma trocação justa para nocautear Omar Morales; Chase Hooper, nocauteando o brasileiro Felipe Cabocão com um ground and pound violento; e Sam Hughes, sendo muito persistente para nocaute no final Elise Reed.  

Confira todos os resultados do evento:

Card Principal
Ketlen Vieira venceu Holly Holm por decisão dividida
Michel Pereira venceu Santiago Ponzinibbio por decisão dividida
Chidi Njokuani venceu Dusko Todorovic por nocaute no primeiro round
Tabatha Ricci venceu Polyana Viana por decisão unânime
Jun Yong Park venceu Eryk Anders por decisão dividida
Card Preliminar
Joseph Holmes venceu Alen Amedovski por finalização no primeiro round
Jailton Malhadinho venceu Parker Porter por finalização no primeiro round
Uros Medic venceu Omar Morales por nocaute técnico no segundo round
Jonathan Martinez venceu Vince Morales por decisão unânime
Chase Hooper venceu Felipe Cabocão por nocaute técnico no terceiro round
Sam Hughes venceu Elise Reed por nocaute técnico no terceiro round
.