Conteúdo

Com jogo discreto de Embiid, Pascal Siakam lidera vitória dos Raptors, que respiram na série

23 de abril de 2022

(Por Diego Dias)

O Toronto Raptors voltou a respirar na série ao aproveitar o baixo desempenho de Joel Embiid, que chegou a ser dúvida do Philadelphia 76ers para o duelo, e evitou a varrida com um triunfo sem sustos. Ou quase, já que perdeu Fred VanVleet para a segunda metade devido distensão muscular.

Siakam foi o cestinha da partida com 34 pontos, seu recorde em pós-temporada. Foram ainda 8 rebotes, 5 assistências e 2 tocos para o camaronês. Gary Trent Jr contribuiu com outros 24 pontos e também 5 assistências. Do lado dos Sixers, Embiid teve um começo ruim de jogo mas atenuou a partir do 3º quarto e anotou 21 pontos para ficar atrás dos 22 de James Harden, que deu 9 assistências. Já Tobias Harris fez double-double de 15 pontos e 11 rebotes.

Antes do tip-off inicial, Scottie Barnes recebeu de forma oficial o prêmio de Calouro do Ano de 2022 das mãos de Masai Ujiri, presidente dos Raptors. As duas equipes tinham dificuldades em trabalhar os ataques, embora os Sixers estivessem melhores no perímetro. Danny Green e Harden mataram bolas de longe enquanto Tobias Harris compensava a atuação discreta de Embiid no garrafão, mas embora a equipe tenha liderado a maior parte do período (ainda que por uma estreita margem de três pontos), Toronto conseguiu encerrar o 1º quarto empatado com Philadelphia com cestas de Thaddeus Young.

Os Raptors voltaram mais dispostos para o quarto seguinte. Georges Niang abriu com uma bola de três pontos e Young pegou o próprio rebote para uma bandeja, e os canadenses tiveram uma run de 10x2 para abrir 6 de frente. Harden, até então a principal força ofensiva dos Sixers, teve seu chute de longe rejeitado por Chris Boucher, e Trent Jr fez 4 pontos seguidos antes de dar outro toco no "Barba". Com isso, Toronto dobrou a diferença (50x38) com outro acerto do perímetro e mais uma cesta de Trent Jr. Philadelphia ainda diminuiu o prejuízo com dois lances livres de Harden, compensando outros dois tocos em cima do apagado Embiid, e foi pro intervalo atrás por 5 pontos (54x49).

Toronto precisou mexer no lineup para o 3º quarto. Fred VanVleet, que havia deixado a partida nos instantes finais do quarto anterior com dores no quadril, não voltaria para a quadra. Para complicar, os Sixers estavam mais decididos a mudar o panorama e chegaram a encostar em cestas de Harris e Green, mas o and-one de Barnes após a bandeja trouxe respiro aos Raptors, que voltaram a abrir 5 de vantagem. O ritmo do duelo logo voltou ao já mostrado e, embora as jogadas embaixo das cestas eram mais frequentes, Philadelphia não conseguia passar à frente. Os Sixers até se aproximavam, mas Toronto sempre respondia à altura, principalmente com a presença de garrafão de Precious Achiwua para os rebotes e as cestas de Barnes e Young.

Harden abriu o último período com 4 pontos em sequência, mas na posse seguinte foi rejeitado por Siakam, e os Raptors engataram uma mini run de 8 pontos com cestas do próprio Siakam em lances livres. O "Barba" teve uma boa oportunidade ao sofrer falta em tentativa de três pontos, mas, sentindo o desgaste da partida, errou o primeiro deles antes de acertar os demais. Do outro lado, Siakam voltou a ser protagonista no ataque com mais 5 pontos em sequência e a diferença chegou aos dígitos duplos (95x85) e praticamente encaminhou o resultado. Philadelphia abusava dos turnovers e já parecia aceitar a derrota, e dava lances livres a Toronto, os quais Siakam convertia. Assim, o "garbage team" dos dois lados tiveram a tarefa de encerrar o duelo, e Isaiah Joe matou uma bola de longa distância para o placar terminar com dígito único.

Final: Philadelphia 76ers 102 @ 110 Toronto Raptors (PHI lidera 3-1)

A série volta para a Philadelphia, onde os Sixers terão a possibilidade de fechar a série diante de seus torcedores. Já Toronto tenta prolongar os confrontos e jogar uma terceira vez no Canadá, mas dependerá da situação física de VanVleet. O quinto encontro será na próxima segunda-feira (25).