Conteúdo

Com gols relâmpago, Liverpool quebra retranca do Villarreal e vence por 2 a 0 no jogo de ida das semifinais da Champions

27 de abril de 2022

(por Matheus Correia)

Na tarde desta quarta-feira (27), o Liverpool recebeu o Villarreal no Anfield na partida de ida das semifinais da Champions League. O time de Klopp conseguiu quebrar a retranca de Unai Emery e conseguiu a vitória por 2 a 0 com dois gols relâmpago na segunda etapa.

O primeiro tempo foi de domínio total do Liverpool. A equipe de Klopp aplicou uma pressão constante contra os submarinos amarelos por praticamente 45 minutos, com controle total da posse de bola e das ações ofensivas em campo.

O Villarreal se compactou defensivamente e apesar do cenário de ataque total dos Reds, os espanhóis conseguiram suportar muito bem a pressão, impedindo que os atacantes adversários entrassem na grande área e que o setor do meio de campo criasse oportunidades claras de gol.

Mas ofensivamente, os visitantes foram nulos. A ausência de Gerard Moreno deixou a equipe sem uma referência na frente, e os ingleses sequer se preocuparam em defender.

Luis Diaz era o nome que destoava para o Liverpool no ataque e Fabinho dominava completamente o setor central do campo. A equipe de Klopp teve dificuldade em conseguir finalizações de perigo, com a única na primeira etapa saindo dos pés de Thiago Alcântara, com um foguete de fora da área que acertou a trave de Geronimo Rulli.

O primeiro tempo terminou sem gols, mas com um o jogo nitidamente favorável ao Liverpool. Entretanto, o resultado era mais do que excelente para o Villarreal.

E buscando evitar uma reviravolta por partes dos espanhóis, Jürgen Klopp conseguiu achar uma solução para sua equipe no intervalo – os ingleses tentavam levar a bola do lado para o meio, e muitas vezes esbarravam na “parede” defensiva formada ou por Parejo e Capoué, ou por Albiol e Pau Torres.

E qual foi a solução do treinador alemão? O jogo em profundidade pelos lados. Em uma das primeiras bolas cruzadas da linha de fundo na partida, o Liverpool abriu o placar, aos 54 minutos.

Jordan Henderson recebeu em velocidade na direita, cruzou e Estupiñan desviou, enganando o goleiro Rulli. O argentino ainda consegui encostar na bola, mas ela morreu dentro do gol. 1 a 0 Liverpool.

Apenas dois minutos depois, os Reds ampliaram o placar com um golaço coletivo. Após uma troca de passes pela direita, Alexander-Arnold acionou Salah na entrada da grande área e o egípcio deu uma enfiada espetacular para Sadio Mané. O senegalês teve frieza e finalizou no canto de Rulli. 2 a 0.

Dois gols relâmpago que destruíram totalmente o plano de jogo de Unai Emery. Era tarde demais para o Villarreal conseguir construir uma estratégia para atacar e sair para o jogo, e os espanhóis passaram o restante da segunda etapa evitando um resultado pior.

O Liverpool apenas fez o “arroz com feijão” nos minutos restantes e conseguiu um excelente resultado em Anfield.

Resultado: Liverpool 2 – 0 Villarreal

Talvez o principal favorito ao título, o Liverpool foi dominante durante os 90 minutos de jogo e conseguiu um resultado justíssimo, derrotando principalmente, a retranca imposta por Unai Emery.

E a discrepância no estilo de jogo dos dois times fica mais do que explícito nos números: O Liverpool finalizou 19 vezes, enquanto o Villarreal apenas uma.

Individualmente, toda a equipe se sobressaiu, mas vale destacar as atuações impecáveis de Fabinho e Thiago Alcântara, que controlaram totalmente o meio de campo.

O jogo de volta será realizado na próxima terça-feira (3).