Conteúdo

Com gols de Neres e Antony, Ajax liquida Sporting e encerra fase de grupos da Champions invicto

7 de dezembro de 2021

(por Matheus Correia)

Na tarde desta terça-feira (7), o Ajax recebeu o Sporting na Johan Cruijff Arena pela última rodada da Champions League. Mais classificada do que nunca, a equipe de Ten Hag não tirou o pé e goleou os portugueses, em uma bela atuação ofensiva que contou com dois gols brasileiros.

Também iniciando o confronto já classificado na segunda colocação do grupo C, o Sporting optou por entrar em campo com um time misto, contra um Ajax que poupou apenas o sérvio Dusan Tadic.

Os holandeses abriram o placar antes mesmo dos 10 minutos; após confusão na área, Sebastian Haller foi tentar disputar uma bola e acabou levando uma solada de Daniel Bragança. O árbitro Davide Massa marcou a penalidade máxima após revisão no VAR.

O próprio Haller foi para cobrança e mandou para o fundo das redes, atingindo uma marca histórica: o marfinense se juntou a Cristiano Ronaldo como os únicos jogadores a marcar um gol em todas as partidas da fase de grupos da Champions. Além disso, ultrapassou Lewandowski e se tornou o artilheiro da competição com 10 tentos.

Apesar do início precocemente favorável aos holandeses, o Sporting conseguiu equilibrar o jogo apostando em jogadas de contra-ataque, já que o time escalado tinha a velocidade como principal característica.

 Aos 22 minutos, a equipe de Ruben Amorin conseguiu o empate após um cruzamento fenomenal do brasileiro Bruno Tabata nos pés de Nuno Santos. Com um voleio meio desajeitado, o camisa 11 do Sporting mandou a bola no canto esquerdo do goleiro Pasveer.

Após o empate, a partida ficou equilibrada; mesmo dominando a posse, o Ajax não conseguia exercer uma superioridade em campo. Até que aos 42 minutos, Antony aproveitou um erro grotesco na saída de bola do Sporting e ampliou o placar, marcando seu segundo gol na competição.

O gol tardio na primeira etapa parece ter desestabilizado a equipe portuguesa, que voltou do intervalo completamente desatenta e com um grau de intensidade muito menor. O Ajax, que possui o melhor ataques da competição, aproveitou o reinício ruim do time adversário e emplacou dois gols em 17 minutos.

O primeiro (e terceiro da equipe na partida), foi de David Neres. O zagueirão Schuurs realizou uma excelente jogada, roubando a bola de Nuno Santos no meio campo, arrancando e dando um ótimo passe para Neres na esquerda. O brasileiro teve calma e esperou o goleiro João Virgínia cair para mandar a bola no fundo da rede.

Já o segundo gol saiu dos pés de Berghuis, após uma bela jogada no lado direito da grande área onde o holandês fintou Ricardo Esgaio e acertou um chute rasteiro no canto esquerdo do goleiro português.

Na reta final da partida, o Sporting ainda conseguiu diminuir com um golaço de Bruno Tabata. Esgaio partiu em velocidade na direita e cruzou rasteiro para o brasileiro na entrada da área. Bruno acertou um chutaço no ângulo de Pasveer, coroando uma boa atuação individual em meio à performance coletiva ruim de sua equipe.

Resultado: Ajax 4 – 2 Sporting CP

Para uma partida onde as duas equipes estavam “cumprindo tabela”, o futebol visto em campo foi legal de se acompanhar e destaca mais uma vez a enorme qualidade ofensiva do Ajax, que pode se tornar uma grande surpresa na próxima fase da competição.

É difícil avaliar a equipe do Sporting com tantas peças importantes e titulares descansando no banco de reservas por opção de Ruben Amorim. Mas é fato que há muito trabalho a ser feito, principalmente no quesito defensivo, com 12 gols sofridos em 6 partidas no Grupo C.