Conteúdo

Com gol de Gabriel Jesus, Manchester City vira para cima do PSG e garante liderança do grupo A da Champions

24 de novembro de 2021

(por Leonardo Costa)

Em um dos jogos mais esperados da rodada da Champions League, o Manchester City contou com gol brasileiro para vencer o PSG de virada e garantir a liderança do grupo A.

Com as duas equipes em alta voltagem e muita intensidade, o equilíbrio durou poucos minutos. Empurrado pela torcida no Etihad Stadium, o Manchester City foi aos poucos tomando conta do duelo, fazendo um primeiro tempo beirando à perfeição, com exceção do placar ficar zerado.

Logo aos quatro minutos, Kimpembe tirou em cima da linha a bola cabeceada por Rodri, evitando o primeiro dos donos da casa. Com muita pressão na saída de bola, o City rondava a área do PSG, e aos 17’, foi a vez de Hakimi cortar com a cabeça um chute de Mahrez que parecia ter destino certo.

Os franceses foram pouco agressivos na partida, e nem mesmo o trio Messi, Neymar e Mbappé levava a melhor sobre a defesa do Manchester. A melhor oportunidade do PSG veio com o lateral Nuno Mendes, que deixou Walker para trás e chutou sem muito perigo para a defesa de Ederson.

Aos 27’, Zinchenko foi providencialmente travado por Marquinhos ao finalizar, e quatro minutos depois, foi a vez de Gundogan acertar a trave esquerda de Navas após chute da entrada da área. Na sequência, o goleiro do PSG fez uma grande defesa em finalização de Mahrez, mantendo o zero no placar.

Nos minutos finais, finalmente o PSG conseguiu ficar um pouco mais com a bola e dar uma respirada. Pouco antes do intervalo, Mbappé recebeu de Neymar, mas errou o alvo por muito, de uma maneira que raramente faz.

Na volta para o segundo tempo, na primeira investida do PSG ao ataque, Nuno Mendes tabela com Neymar e recebe na ponta esquerda. Ele cruza rasteiro para trás, o brasileiro faz o corta-luz, e a bola fica com Messi, que faz boa jogada com Paredes e cruza para a área. A zaga do City não afasta e ela sobra para Mbappé, sem marcação, que finaliza entre as pernas de Ederson e abre o placar aos quatro minutos.

Mesmo com a desvantagem no placar, os donos da casa não se desestabilizaram. Gabriel Jesus entrou aos oito minutos no lugar de Zinchenko e deu ainda mais dinâmica ao ataque inglês. Aos 15’, Mahrez parou novamente em defesa de Navas, mas aos 17’, Rodri fez belo lançamento para Walker, que tocou de primeira para dentro da área, e a bola ficou para Sterling empurrar para o fundo da rede.

A pressão pela virada só aumentava. Aos 24’, Jesus recebe de Bernardo Silva, gira e solta uma bomba, para outra grande defesa do goleiro do PSG. A resposta francesa veio pouco tempo depois, com Neymar, que ganhou na marcação dentro da área mas finalizou mal.

De tanto martelar, aos 30 minutos veio o segundo do City, e com assinatura brasileira. Novamente outra virada de bola milimétrica, agora de Mahrez para Bernardo Silva. O português escora para Gabriel Jesus, surpreendendo a marcação, e o ex-Palmeiras vira o jogo para o delírio da torcida.

Com a vantagem, o City apenas administrou os minutos finais do jogo, sendo pouco ameaçado por um PSG carente de repertório ofensivo.

Final de partida: Manchester City 2 x 1 Paris Saint-Germain