Conteúdo

Com facilidade, Collins vence Swiatek e está na final feminina do Australian Open

27 de janeiro de 2022

(por Mattheus Prudente)

A segunda semifinal feminina do Australian Open trouxe uma disputa entre a estadunidense Danielle Collins e a polonesa Iga Swiatek, e, para a surpresa da maioria, Collins não tomou conhecimento da número 9 do mundo, e venceu em dois sets com certa facilidade, chegando à final feminina, onde enfrenta a favorita Ashleigh Barty.

O domínio de Collins era visível desde o começo da partida, quando a estadunidense conseguiu, nos três primeiros games do jogo, duas quebras de saque, abrindo uma vantagem confortável de 4 a 0 no set. No entanto, Swiatek esboçou uma reação rápida, devolvendo uma das quebras, vencendo dois games.

Apesar do jogo duro da polonesa, Collins a quebrou mais uma vez, dando a chance para sacar para o set. Swiatek se recusava a largar o osso do jogo, e aproveitou os problemas no serviço de Collins para devolver mais uma quebra e tentar reagir de novo. Mesmo assim, a estadunidense finalmente conseguiu fechar o set em 6/4.

O cenário do primeiro set se repetiu no segundo, com Swiatek tendo muitos problemas em seu serviço, jogando muitas vezes com o segundo saque, que estava sendo dominado pela sua adversária em pontos decisivos. Isso gerou mais uma situação de duas quebras nos três primeiros games a favor de Collins, que tinha vantagem confortável novamente.

Collins conseguiu acertar muito mais em seu serviço, tendo sete aces no jogo contra apenas um de Swiatek. Apesar da polonesa ter uma boa percentagem de pontos vencidos com o seu segundo saque, a pressão de estar tão atrás a atrapalhou ainda mais, e o seu serviço começpu a ser ainda mais difícil de confirmar.

Por isso, Collins não deu chance ao azar dessa vez e conseguiu uma vitória tranquila no segundo set por 6/1, avançando para a final.

FT: Danielle Collins 2-0 Iga Swiatek (6/4;6/1)