Conteúdo

Com direito à vaias para a equipe da casa, Denver Broncos vence o New York Giants no Metlife Stadium em partida consistente de Brigdewater

12 de setembro de 2021

(por Rodrigo Mota)

Em um dos confrontos do segundo horário da abertura da NFL, o New York Giants recebeu, no Metlife Stadium, o Denver Broncos, e foi a equipe visitante que saiu vitoriosa.

O jogo começou com as defesas bem na partida, não cedendo muitas oportunidades para os ataques adversários. Os primeiros drives foram pouco produtivos, mas na reta final do primeiro quarto, os Broncos acharam o “momentum” na partida, com Teddy Bridgewater abusando dos passes mais curtos. A campanha parecia ter chegado ao fim quando a equipe se encontrou em quarta descida na linha de 37 jardas, mas a unidade ofensiva de Denver se manteve em campo, convertendo a jogada e dando um pouco mais de ar ao ataque. Porém, sem conseguir muito mais avanço, os Broncos se contentaram com um field goal para abrir o placar. Broncos 3 a 0.

No outro lado, a vida de Daniel Jones não foi fácil, principalmente devido a pressão aplicada sobre ele. Mas ainda na primeira etapa, houve tempo para o camisa 8 produzir um drive mais sólido. Jones encontrou Sterling Shepard, que quebrou tackle e entrou na endzone para virar o jogo para o Big Blue. Giants 7 a 3. Ainda no último drive do segundo quarto, Bridgewater voltou a ação e continuou distribuindo bem seus passes, incluindo um para o touchdown de Tim Patrick (duas jardas), que colocou mais uma vez os visitantes na frente.

Já na volta do intervalo, as equipes retornaram em ritmos parecidos. Os Giants tinham dificuldades ofensivas, sem conseguir produzir quase nada, já Denver contou com a condução de Teddy Bridgewater. No terceiro quarto, Denver ampliou o marcador com mais um passe de Bridgewater para o tight end Albert Okwuegbunam, que ampliou a diferença para 10 pontos após converter mais uma tentativa de quarta descida.

No drive seguinte, os Giants finalmente voltaram a produzir um bom drive no ataque. A equipe chegou a redzone, mas Jones sofreu um fumble entregando a posse novamente para os visitantes. Após isso, Denver optou por gastar o relógio, e já no quarto período, McManus converteu mais um chute, desta vez de 36 jardas para ampliar. Broncos 20 a 7.

Com o jogo escapando do alcance, New York voltou o ataque e acabaram até conseguindo alcançar a red zone novamente, porém, mais uma vez, a equipe acabou saindo de mão vazia e entregou a posse de novo para Denver. Os Broncos ainda voltaram a end zone, com Melvin Gordon correndo para 70 jardas para liquidar de vez o jogo. Visitantes 27 a 7.

Já no “garbage time”, Jones voltou ao ataque com seus comandados e, novamente, em uma campanha que não rendeu nenhum ponto. Com isso, o setor ofensivo do Broncos retornou ao campo, mas com cerca de 3 minutos no cronômetro, a equipe não conseguiu esgotar os tiques, e mais uma vez Daniel Jones estava entre as quatro linhas. Antes do tempo zerar, Jones ainda conseguiu marcar mais um touchdown correndo com a bola, mas encerrou a partida ao som de vaias da torcida e com a derrota decretada.

Fim de jogo: New York Giants 13 x 27 Denver Broncos

O resultado foi ótimo para Denver, que mostrou maior solidez ofensiva, fator que não havia acontecido nos últimos anos. Com uma defesa capaz e um ataque que, embora não seja explosivo, mostrou-se eficiente, o time vai buscar surpreender na temporada, e tem boas chances de conquistar a segunda vitória quando enfrentar o Jacksonville Jaguars na próxima semana.

Já do lado azul do jogo, o início de temporada foi frustrante. Daniel Jones e seu ataque foram pouco encantadores, e salvo alguma reviravolta incrível, tudo indica que a temporada será difícil mais uma vez para Jason Garrett e seus comandados. Na defesa, a equipe até foi um pouco melhor, mas também sem muito brilhantismo. A equipe viaja para a capital americana para enfrentar o Washington Football Team em um confronto divisional, na próxima rodada.