Conteúdo

Com direito a cinco gols no segundo tempo, Atlético de Madrid bate o Cádiz fora de casa

28 de novembro de 2021

(por Layo Lucena)

O Atlético de Madrid, visando assumir a vice-liderança na La Liga, viajou até o Nuevo Mirandilla para enfrentar o Cádiz. Após um primeiro tempo equilibrado, a partida mudou completamente na segunda etapa, virando um festival de gols, destaque para um “frangaço” de Oblak.

Zero a zero disputado

O Cádiz, em casa, foi para cima logo no início da partida. Com apenas 20 segundos, os ‘Piratas’ quase abriram o placar após jogada de Lozano, que chegou na ponta e cruzou, mas a defesa do Atlético de Madrid cortou no momento certo, antes que a bola chegasse para alguém na pequena área.

Depois disso, o Atlético de Madrid se mostrou superior ao seu adversário, principalmente no quesito posse de bola. Porém, os 'Colchoneros' não conseguiam passar pela forte defesa do Cádiz, que estava muito bem postada, sendo essa uma das características principais da equipe.

Antoine Griezmann, Thomas Lemar e Yannick Carrasco foram os destaques do primeiro tempo. Mesmo com o trio francês produzindo algumas boas jogadas em conjunto, o time de Madrid não foi capaz de “furar” a barreira defensiva do Cádiz, que aproveitava para ligar rápido o contra-ataque, apesar de pouco efetivo.

O Cádiz voltou a levar perigo com 35 minutos no cronômetro, e mais uma vez pela ponta direita. Após cruzamento, Espino dominou na entrada da grande área do Atlético de Madrid e finalizou. A bola passou a poucos centímetros do gol de Oblak.

Pouco tempo depois, aos 37’, a equipe de Madrid respondeu com Luis Suárez, mas o ‘Pistoleiro’, após a zaga do Cádiz “bater cabeça”, perdeu na cara do goleiro Ledesma, uma oportunidade que o atacante uruguaio não costuma desperdiçar.

Virou goleada

Logo no início da segunda etapa, o Cádiz surpreendeu ao assustar, com perigo, o Atlético de Madrid. Aos 46’, após cobrança de falta, a zaga dos ‘Colchoneros’ cortou mal e a bola sobrou nos pés de Jonsson. O meio-campista, na entrada da grande área, serviu a Cala, na ponta direita. O defensor finalizou cruzado, e, na segunda trave, Losano se jogou para desviar a trajetória para o gol, mas o pé do atacante passou muito próximo, e a bola foi para a linha de fundo.

No entanto, foi o Atlético de Madrid que abriu o placar. Aos 55’, Carrasco fez um cruzamento primoroso, da ponta esquerda, e a bola viajou até a cabeça de Lemar, que subiu mais que o seu marcador. Um a zero Atlético de Madrid.

E os visitantes, aos 62’, tiveram uma grande oportunidade para ampliar. Carrasco liderou um rápido contra-ataque que pegou a defesa do Cádiz completamente aberta. O francês passou a bola para o seu conterrâneo, Lemar. O camisa 11 dominou e finalizou, mas o meio-campista não conseguiu passar por Ledesma, que fez a defesa.

Minutos depois, aos 69’, o Atlético não voltou a desperdiçar. Lemar abre a jogada para Llorente, que, na ponta direita, cruzou de primeira. A bola, rasteira, achou Griezmann próximo a marca do pênalti, e o camisa oito finalizou de primeira, sem chances para Ledesma. Dois a zero Atlético de Madrid.

Não demorou muito para os visitantes marcarem mais um. Côrrea, após tabela entre Griezmann e Matheus Cunha - que entrou no lugar de Suárez -, fez o terceiro gol do Atlético de Madrid na partida, desta vez com muita facilidade.

Para a surpresa de todo o estádio, o Cádiz chegou a descontar em um dos gols mais esquisitos da história da La Liga. Lozano, na ponta direita, tentou cruzar, mas a bola desviou em um defensor do Atlético de Madrid e subiu em direção ao gol de Oblak. O goleiro esloveno subiu para pegar a bola, porém não achou nada, e ela morreu no gol. “Frango” do camisa 13.

No minuto seguinte, aos 86’, Matheus Cunha foi lançado por Griezmann e saiu, sozinho, na cara de Ledesma, e o atacante brasileiro não desperdiçou e marcou o quarto do Atlético de Madrid na partida.

Fim de jogo: Cádiz 1 x 4 Atlético de Madrid

Com o resultado, o Atlético de Madrid, que era o quinto colocado, subiu para a segunda posição com 29 pontos, um a menos que o líder Real Madrid. Na próxima rodada do Campeonato Espanhol os 'Colchoneros' enfrentam o Mallorca, em casa, no dia 4. Já o Cádiz, que briga para sair da zona de rebaixamento, continua na 17ª posição com 12 pontos. No dia 5, os ‘Piratas’ vão enfrentar o Elche, fora de casa.