Conteúdo

Com cueca sobre o macacão, Vettel protesta a favor de Hamilton

6 de maio de 2022

(por Augusto Edinger)

Sebastian Vettel voltou a causar no paddock, dessa vez em Miami. O piloto alemão da Austin Martin protestou em relação às novas regras da FIA hoje (06), que proíbem uso de joias e acessórios por parte dos pilotos durante as corridas. 

Antes do primeiro treino livre que iria ocorrer na tarde de hoje aqui no Brasil e também em Miami, o tetracampeão desfilou pelo paddock com uma cueca por cima do macacão. Esse apoio foi diretamente ligado ao piloto britânico Lewis Hamilton. 

Nas palavras de Sebastian Vettel, ele trouxe o seguinte: “É bem desnecessário tratar desse tópico. Nesse momento, parece algo particularmente pessoal, e direcionado a Lewis.” 

Ele ainda disse que todo piloto sabe das consequências das suas escolhas e do risco de pilotar com certos acessórios. 

Outro piloto que também apoiou Lewis, foi Pierre Gasly, piloto da Alpha Tauri e revelou que também pilota com um item por motivos religiosos. Ele defendeu o direito de escolhas dos pilotos. Por meio de Niels Wittich, que é o novo diretor de provas da F1, essas normas foram instituídas ainda no GP da Austrália, adicionando ainda restrições para as roupas íntimas utilizadas pelos pilotos e que devem ser obrigatoriamente antichamas. 

O artigo diz o seguinte: “o uso de joias na forma de piercings ou correntes de metal no pescoço é proibido durante a competição e, portanto, deve ser verificado antes da largada”. 

Hamilton ainda deixou seu comentário na coletiva de imprensa, antes do treinos: “se me impedirem, será assim. Temos um piloto reserva. Tenho muita coisa pra fazer na cidade! Será bom”. - disse o piloto em tom de ironia. 

O piloto da Mercedes não comprou a ideia da FIA, diz que agradece e entende que é necessário que eles cuidem da segurança dos pilotos, mas que eles devem fazer o que eles acham certos para eles. 

O Grand Prix de Miami ocorre no próximo domingo (08), Charles LeClerc lidera o campeonato com 86 pontos e a Ferrari lidera o campeonato de construtores por 126 pontos.