Conteúdo

Com 2 TDs no final do jogo, Detroit Lions vira sobre o Chicago Bears

6 de dezembro de 2020

(por Gabriel Mott)

O Soldier Field, em Chicago, recebeu nesse domingo os rivais de divisão Detroit Lions (4-7) e Chicago Bears (5-6), que buscavam desesperadamente uma vitória para manter chances matemáticas de se classificarem aos playoffs.

Em jogo emocionante, melhor para os Lions, que após estarem atrás por duas posses de bola, marcaram 14 pontos no último quarto para virar a partida e garantir a vitória. Uma excelente atuação de Matthew Stafford e seu ataque no último quarto sob o comando do treinador interino Darrell Bevell ajudou os Lions a superar alguma instabilidade de sua defesa.

Pelo lado dos Bears, o jogo que parecia ganho acabou se tornando um pesadelo, com Mitch Trubisky sofrendo um fumble em seu campo de defesa no final da partida, dando o empurrão necessário que os Lions precisavam para vencer o confronto.

Os Lions haviam perdido 9 jogos consecutivos contra rivais de divisão, e não tinham vencido uma única vez dos Bears sob o comando de Matt Patricia, e Bevell fez isso em seu primeiro jogo como treinador.

 

1º Quarto

Os Bears começaram o jogo de forma promissora, com Cordarrelle Patterson retornando para 45 jardas o kickoff inicial, e após um ótimo passe para Allen Robinson II, Trubisky colocou seu time em posição de field goal, convertido por Cairo Santos em um chute de 45 jardas. 3 a 0 Bears.

Em sua primeira campanha ofensiva, os Lions fizeram uma boa jogada com Stafford conectando Mohamed Sanu para ganho de 20 jardas, mas em uma 4ª descida para 1 jarda na linha de 29 de ataque, Bevell chamou o ataque ao invés de tentar o field goal e viu seu RB Jamal Agnew tackleado pelo CB Buster Skrine, sofrendo um turnover on downs.

Abusando do jogo corrido contra uma das piores defesas da liga, os Bears chegam pela primeira vez a endzone, em linda corrida de 13 jardas de David Montgomery, e a alegria só não foi completa, porque Cairo Santos teve seu extra-point bloqueado. 9 a 0 Bears.

A resposta dos Lions veio logo na campanha seguinte, com Stafford avançando 72 jardas em 12 jogadas, usando com frequência seu TE TJ Hockenson, e coube a Adrian Peterson cruzar a endzone em corrida de 3 jardas. Matt Prater ainda perdeu o extra-point. 9 a 6 Bears.

 

2º Quarto

Com a defesa dos Lions parecendo um queijo suíço, Trubisky só precisou de mais 5 minutos para andar 75 jardas e fazer seu ataque marcar mais um TD, em campanha só com uma 3ª descida, de tão fácil que estava para os Bears. Cordarrelle Patterson marcou o seu TD, em corrida de 5 jardas, aumentando a vantagem da franquia de Chicago. 16 a 6 Bears.

Após um punt para cada lado, Stafford acha o rookie Quintez Cephus na endzone, em um lindo passe de 49 jardas, sendo o primeiro TD da carreira do WR. 16 a 13 Bears.

Faltando 2 minutos para o final do segundo quarto, o ataque dos Bears voltou ao trabalho, marcando seu 3º TD terrestre na primeira metade do jogo, novamente com Montgomery, em corrida de 4 jardas.

Intervalo: Lions 13 – 23 Bears

 

3º Quarto

Na campanha inicial após o intervalo, Stafford faz outra linda conexão de 15 jardas para

Mohamed Sanu, mas a insistência dos Lions em corrida-corrida-passe não deixa seu ataque avançar. Se por um lado o ataque não funciona, por outro a defesa volta ao jogo e força os Bears ao punt na campanha seguinte.

Com isso os Lions aproveitaram a oportunidade para reduzir o prejuízo, e em campanha com 10 jogadas e 66 jardas, Stafford marca seu segundo TD no jogo, dessa vez em lindo passe de 9 jardas para Jesse James. 23 a 20 Bears.

 

4º Quarto

Com uma campanha que começou no final do 3º quarto e regada a conversões de 3ª descida, Trubisky finalmente marca seu primeiro TD, em passe de 11 jardas para o TE Cole Kmet, fazendo os Bears abrirem 10 pontos de vantagem. 30 a 20 Bears.

Quem esperava uma resposta rápida dos Lions viu algo comum na temporada, um erro de Matthew Stafford no último quarto, com o QB sendo interceptado pelo DT Bilal Nichols, podendo esse turnover ter sido o prego que fechava o caixão dos Lions, mas quem tem Mitch Trubisky como QB não pode cantar vitória antes do tempo.

Bears e Lions trocaram punts, sendo 2 da franquia de Chicago e 1 dos Lions, até que Stafford coloca seu time novamente no jogo, e com um impressionante drive de 95 jardas chega novamente a endzone através de um TD de 25 jardas para Marvin Jones Jr e com 2:18 minutos restando para o final da partida. 30 a 27 Bears.

Detroit optou por não tentar o onside kick, precisando de um 3-and-out para receber a bola de volta, mas a defesa nem precisou esperar tanto, já que dou outro lado estava Mitch Trubisky, que em uma 3ª para 4 jardas na linha de 7 da defesa sofre um fumble recuperado pelo DT de Detroit John Penisin, dando aos Lions uma improvável chance de vencer a partida. Após duas jogadas, Adrian Peterson marca seu segundo TD na partida, em corrida de 5 jardas, virando a partida com 1:37min no relógio. 34 a 30 Lions.

Os Bears ainda tiveram mais uma posse para tentar a vitória, mas a defesa de Detroit parou uma 4ª descida para 1 jarda na linha de 20 de ataque e acabaram de vez com a esperança da franquia de Chicago.

 

Final: Detroit Lions 34–30 Chicago Bears

 

 

Destaques

Passe:

DET – Matthew Stafford: 27/42 para 402 jardas, 3 TDs e 1 INT (109,4 de rating)
CHI – Mitchell Trubisky: 26/34 para 267 jardas e 1 TD (108,3 de rating)

Corrida:

DET – Adrian Peterson: 16 corridas para 57 jardas e 2 TDs
CHI – David Montgomery: 17 corridas para 72 jardas e 2 TDs

Recepções:

DET – Marvin Jones Jr: 8 recepções para 116 jardas e 1 TD
CHI – Allen Robinson II: 6 recepções para 75 jardas