Conteúdo

Colts atropelam os Jets em Indianapolis 

5 de novembro de 2021

(por Edmar Jardim)
 

New York Jets e Indianapolis Colts se enfrentaram na abertura da semana 9 da NFL. Eu poderia reclamar desse jogo por ele ser o Thursday Night Football da semana, dizer que teriam jogos melhores, mas prefiro reclamar que já estamos inacreditavelmente na semana 9. Passa voando, e depois é um tempão esperando setembro outra vez, infelizmente. 

De primeira, logo de cara, dá para soltar que às vezes parece que Deus não gosta muito dos Jets. Sério. Sem Zach Wilson, NY tinha mais uma vez Mike White como QB no comando do ataque, após a inesperada vitória contra os Bengals, mais de 400 jardas, e um ótimo jogo na semana anterior. O cara estava bem no jogo de novo, passe longo para TD, esperança comendo solta, mas ele machuca o dedo ainda no primeiro quarto. Como explicar isso? Não sei. Mas olho em White, que ele retorne logo, e eu possa dizer que Deus gosta pelo menos um pouco dos Jets. 

E com essa sinopse de filme de terror, fica fácil explicar como os Colts venceram sem grandes dificuldades. Com Wentz no comando, Indianapolis usou e abusou do jogo terrestre para se impor. Jonathan Taylor e Naheem Hines foram os catalisadores das principais ações e ganhos de território dos Colts. A defesa de NY, que vinha relativamente bem nos jogos anteriores, não ofereceu resistência nenhuma, e ao final do primeiro tempo o placar já mostrava 28-10 a favor dos donos da casa 

Em seu 13° time na NFL desde 2008, Josh Johnson assumiu o comando do ataque dos Jets. Terceiro quarto rolando, a essa altura já estava até um jogo chato, os caras arriscando quarta descida na goal line dos Jets e errando, juíz chamando falta da linha falando "everyone but the center", meio "Zorra Total" mesmo. Se pudesse, a partida tinha acabado ali faltando uns 7 minutos. 

Grandes estatísticas relevantes da partida: este colunista nunca tinha visto "garbage time" no meio do terceiro quarto sem ser em pré-temporada. 'First time in history'.  42-10, placar suave e a defesa dos Colts começou a dar aquela afrouxada marota para não se lesionar, fazendo os Jets marcarem uns pontinhos (muitos até) para ficar menos feia a coisa. 
 

Final: New York Jets 30-45 Indianapolis Colts
 

Existe esperança de playoffs em Indianapolis. Não existe esperança de nada em NY. Que White volte logo a campo, e que não realize qualquer tipo de tratamento ou terapia holística para isso.