Conteúdo

Colton Herta vence caótico GP no misto de Indianapolis

14 de maio de 2022

(por Jefferson Castanheira)

Chuva que não molha, chuva que alaga, chuva que seca em 3 voltas, ventos de mais de 30 quilômetros, trocas de pneu que foram chave para o desempenho de todas as equipes e pilotos.

O caótico GP de Indianapolis, inaugurando o mês de maio no Indianapolis Motor Speedway, teve de tudo. O pole, Will Power, mal conseguiu liderar a volta inicial, pois Pato O'Ward que saía da quinta colocação do grid, fez uma primeira volta espetacular a lá Ayrton Senna em Donnington Park e terminou a primeira volta na ponta. 

Só que aí começou o caos. A chuva (com direito a raios e muito vento) esteve presente em todo o final de semana no IMS, adiando até a etapa da Indy Lights, a F2 da Indy. Na largada apenas alguns pontos de pista molhada eram possíveis de se ver, mas logo logo a chuva voltou a cair em parte do circuito, com muito vento, começando a causar acidentes, bandeiras amarelas e um xadrez interminável das equipes pra ver quem coloca pneus molhados ou macios. 

E foi assim que Colton Herta pulou de 14° pra 1°. O piloto da Andretti foi o primeiro á ir para os boxes trocar de pneus e colocar o composto macio, em visto que a pista estava mais seca do que molhada ainda apesar da chuva estar caindo em pontos do circuito. Andando 5 segundos mais rápido que todo o pelotão, os pilotos todos do grid começaram a engarrafar os boxes, trocando pra pneus secos. Foi aí que o então líder Pato O'Ward recebeu uma ultrapassagem esperta de Colton Herta, de pneus mais quentes - após o piloto americano segurar o carro derrapando as quatro rodas, num exímio drift. 

Herta disparou, Simon Pagenaud escalou o grid, Will Power se manteve no top-10 e Romain Grosjean ia vindo bem, até que Jack Harvey tirou o francês da corrida na disputa pelo quarto lugar. O brasileiro Hélio Castroneves chegou a ficar na sexta posição, mas com falta de rendimento após tantas paradas e escolhas, terminou apenas em 14°.

O caos estava tão grande que a corrida terminou em bandeira amarela com base na duração limite (2 horas), já que as 85 voltas não foram completadas. E nisto, quando faltavam 10 minutos para o fim, Newgarden, Pato O'Ward, Scott McLaughlin e Romain Grosjean eram os únicos que ainda estavam com pneus de pista seca, se arriscando. A aposta deu muito errada, e Pato O'Ward, então segundo lugar, terminou em 17°. A chuva caiu muito forte nos minutos finais e Scott McLaughlin causou a última bandeira amarela. 

Colton Herta venceu a prova, seguido de Simon Pagenaud, Will Power, Marcus Ericsson e Conor Daly. O restante Top-10 foi fechado com Felix Rosenqvist, Takuma Sato, Callum Ilott, Lundgaard e Scott Dixon. 

Foi a primeira vitória de Colton Herta em 2022, a primeira da equipe Andretti e dos motores Honda. Will Power agora é o líder do campeonato sem ter vencido nenhuma prova, mas terminando todas elas no Top-5. 

Os dois próximos finais de semana são parte da programação das 500 Milhas de Indianapolis, sendo o próximo final de semana o Pole Weekend, que definirá o grid de largada para o dia 29 de maio, em mais uma Indy 500.