Conteúdo

Classificação de Spa-Francorchamps: Erro da direção de provas e Q3 interrompido

28 de agosto de 2021

(Por Bruno Braz)

A direção de provas e sua inércia. Não tem como não lembrar de Charlie Witting e fazer a comparação com Michael Masi.

Hoje, tivemos uma mostra de como podem estar flertando com a displicência em favor do espetáculo, sendo mais permissiva que há pouco tempo atrás. O Q1 e Q2 ocorreram sem grandes problemas, com os pilotos usando pneus intermediários.

Porém, na virada do Q2 para o Q3 a chuva apertou bem. Bastante água.

Aí entra o trabalho da direção. Se você tem disponíveis, imagens de vários pontos da pista, mostrando a chuva bem mais forte do que estava, tem que ter um pouco mais de responsabilidade.

Se ainda assim, você libera os pilotos para irem para a pista, e os dois pilotos que estão na pista falam "o carro está aquaplanando" e "deveriam acionar a bandeira vermelha", você deveria reconsiderar a posição, principalmente quando quem sugere a bandeira vermelha é Sebastian Vettel.

Tenho pra mim, que Charlie Witting não teria iniciado o Q3 nessas condições. É fácil falar depois? Pode ser, mas ignorar as vozes de quem está lá dentro do capacete, ainda mais se tratando das vozes de Lando Norris e Sebastian Vettel, é bem complicado.

O final de semana de Norris foi para o lixo. Ele vinha liderando Q1 e Q2. O carro acabou. Aparentemente, o piloto está OK. Estava com dor no braço esquerdo ao sair do carro.

Michael Masi é mais permissivo do que Charlie Witting. Isso é fato. Espero que não passe do ponto.