Conteúdo

Circuito de Istambul recebe tratamento para pista molhada visando maior tração

1 de outubro de 2021

(por Mattheus Prudente)

As mudanças no calendário da Fórmula 1 têm sido mais constantes do que o normal nos últimos dois anos, principalmente por conta da pandemia da COVID-19. Nesse caso, o circuito de Istambul Park, na Turquia, vai para o seu segundo ano seguido de utilização após sua saída em 2011, e, agora, os organizadores do GP anunciaram várias mudanças no tratamento da pista. 

Uma das mudanças veio de uma reclamação constante dos pilotos no GP de 2020, já que a tração da pista, principalmente na chuva, não estava boa o suficiente, o que causou alguns erros na corrida, como o de Charles Leclerc no setor final da pista, o que custou um pódio ao monegasco. Por isso, como parte das atualizações, a Fórmula 1 confirmou que o traçado recebeu um tratamento especial para pista molhada. 

Em 2020, vários pilotos reclamaram da falta de tração em pista molhada, com Lewis Hamilton descrevendo como “horrível” a condição da pista naquele momento. Isso aconteceu por conta de o circuito ter sido recapeado, pois não era utilizado para corridas de Fórmula 1 desde 2011. Como isso aconteceu de forma tardia, muito por causa da decisão tardia de correr lá, a pista não tinha “borracha o suficiente” para manter uma tração boa dos pilotos. 

Para esta temporada, onde a Turquia mais uma vez entrou como substituta, Michael Mais, diretor de corridas da Fórmula 1, disse que o tratamento feito na pista foi o mesmo utilizado na Cingapura, onde a pista precisa ser recapeada todo ano por conta do alto movimento nas vias públicas utilizadas como circuito. O Grande Prêmio da Turquia acontece no fim de semana entre o dia 8 e o dia 10.