Conteúdo

Chelsea tem novos donos; confira os detalhes da negociação

6 de maio de 2022

(por Rafael Lima)

Após Román Abramovich colocar o Chelsea à venda para que a equipe não sofresse sanções por pertencer a um dono que faz negócios com a Rússia, que iniciou e não pretende cessar fogo contra a Ucrânia, a equipe inglesa recebeu uma série de interessados na compra, mas o martelo foi batido nesta sexta-feira (6).

Os novos proprietários dos Blues fazem parte de um consórcio, liderado pelo norte-americano Todd Boehly, será o novo homem-forte do clube de Londres.

O valor total do negócio foi de 4,25 bilhões de libras, algo em torno de 26,6 bilhões de reais. Mas, segundo o acordo, o consórcio pagará 2,5 bilhões de libras que ficarão congelados em uma conta no Reino Unido para ser doado em causas de caridade.

O restante será utilizado em melhorias para o Chelsea, como em modernizações no Stamford Bridge, investimentos nas categorias de base e no futebol feminino.

O principal nome do Consórcio, Boehly, também é um dos donos do Los Angeles Lakers e do Los Angeles Dodgers, times da NBA e da MLB, respectivamente.

Agora, para que o negócio seja finalizado faltam testes da Premier League com todos os membros do consórcio e, após a aprovação, o Chelsea fará a solicitação de uma nova licença ao governo britânico para enfim concluir a troca no comando das operações.