Conteúdo

Chargers vence tiroteio épico contra os Steelers em noite inspirada de Austin Ekeler

22 de novembro de 2021

(por João Zarif)

 

 

O Los Angeles Chargers recebeu o Pittsburgh Steelers no SoFi Stadium, em Los Angeles, no Sunday Night Football. A partida era de extrema importância para as pretensões dos times em chegar nos playoffs, já que as duas franquias tinham 5 vitórias antes do jogo e brigam por vaga de wildcard da AFC no momento.

 

O time visitante contava com a volta de do veterano quarterback “Big” Ben Roethlisberger, que estava na lista de Covid na semana passada, enquanto o time anfitrião conseguiu colocar em campo a estrela da defesa, Joey Bosa, que era considerado “pessoa de contato próximo” a um jogador que testou positivo pra Covid-19, mas após testar negativo duas vezes essa semana, foi liberado a tempo do jogo.

 

Os dois ataques tiveram uma campanha longa na primeira vez que foram ao campo. Ambos com mais de 6 minutos, mais de 10 jogadas, mas os visitantes andaram apenas 42 jardas, e tiveram que chutar um field-goal de 36 jardas, convertido por Boswell. Já os donos da casa percorreram 85 jardas e viram Austin Ekeler cruzar a linha de gol em uma corrida de 6 jardas, virando o jogo pros Chargers e deixando o placar 7-3 após a conversão do ponto extra.

 

Os Chargers seguraram o ataque dos Steelers na linha de duas jardas após mais uma campanha de mais de 6 minutos, que terminou em uma tentativa frustrada de quarta descida, em um passe incompleto de Roethlisberger para o tight-end Pat Freiermuth. O jovem quarterback Justin Herbert iniciou mais uma ofensiva na linha de 2 jardas, ficou quase 7 minutos em campo, e na 12ª jogada do drive encontrou Austin Ekeler, em um passe curto de 10 jardas pelo meio, que correu para a endzone 3 ampliou o placar para 14-3. 

 

“Big” Ben voltou ao campo precisando conduzir a equipe para uma campanha de recuperação antes do final do primeiro tempo, e foi o que ele fez. Cruzando o campo em menos de 3 minutos, o lançador conseguiu bons passes para Diontae Johnson, sendo um deles de 10 jardas, fatal, no fundo lateral da endzone, que encobriu a secundária e caiu no colo do recebedor que fez uma linda jogada para se manter dentro de campo e marcar o touchdown, deixando os Steelers novamente competitivo no placar: 14-10 para LA, e pouco mais de 1 minuto no relógio para Herbert tentar algo na última campanha antes do intervalo, com 3 tempos ainda para pedir. O time percorreu  57 jardas em 8 jogadas e Dustin Hopkins chutou um field-goal de 30 jardas restando 2 segundos no relógio, para ampliar a vantagem para 17-10 na ida para os vestiários.

 

Os times voltaram ao campo, e Los Angeles teve a posse de bola. Em uma campanha rápida, de pouco mais de 3 minutos, com destaque para o passe 30 jardas de Herbert para Keenan Allen, mais uma vez Austin Ekeler recebeu o passe, dessa vez lateral, fintou dois marcadores e correu para a endzone com um defensor abraçado em suas pernas em um esforço desesperado. Touchdown de 17 jardas para abrir 24-10 no placar e deixar os Steeles em maus lençóis.

 

Após um “3 and out” do ataque de Pittsburgh, os Chargers voltaram com seu ataque ao campo e conseguiram um field-goal de 41 jardas após 6 minutos e meio de campanha, deixando o placar 27-10 e colocando muita pressão nos comandados de Mike Tomlin, com 3 posses de vantagem. A equipe não conseguiu o touchdown mas pelo menos chutou um field-goal com Boswell, de 36 jardas, deixando 27-13 e a diferença em duas posses no início do último quarto.

 

Herbert e cia. vieram ao campo mais uma vez, mas não conseguiram a 1ª descida, e então o jogo sofreu uma reviravolta. Killebrew, dos Steelers, bloqueou o punt, e colocou o ataque em campo na linha de 3 jardas. Após uma interferência de passe em cima de Chase Claypool, Najee Harris pulou por cima das linhas pra cruzar a linha de gol em uma jogada de 1 jarda, e colocar o time preto e amarelo de volta no jogo: 27-20 e momento todo da equipe visitante.

 

O time da casa precisava de uma resposta para impedir uma virada na frente de sua torcida, e ela veio. Campanha rápida, e em menos de 3 minutos Ekeler cruzou a linha de gol em uma corrida de 5 jardas, colocando 34 pontos no placar para LA, marcando seu quarto touchdown na partida e abrindo novamente 14 pontos de vantagem com pouco mais de 8 minutos no relógio.

 

A pressão estava em cima da equipe da Pensilvânia, e o experiente Roethlisberger foi ao campo e em 3 minutos encontrou o tight-end Eric Ebron em um passe de 5 jardas, para trazer a vantagem pra 7 pontos novamente, 34-27 para LA. Na segunda jogada dos Chargers, Herbert tentou passe que foi desviado por Cameron Heyward, a bola ficou no ar e Sutton conseguiu ótima interceptação deixando a equipe visitante em ótima posição de campo, na linha de 11 jardas.

 

A partida virou um tiroteio, e “Big” Ben aproveitou uma falta pessoal de Joey Bosa de “roughing the passer”, que colocou o time na linha de 5 jardas, para encontrar Pat Freiermuth em um passe lateral e vê-lo marcar o touchdown que igualou o placar e botou fogo de vez na partida com menos de 5 minutos pra jogar, 34-34. Os Chargers vieram para o campo para tentar fechar o jogo, mas o ataque sofreu e teve uma quarta descida pra uma jarda na linha de 34 jardas de defesa. O time tentou a conversão e não conseguiu, colocando novamente Roethlisberger em campo.

 

Dessa vez o time não conseguiu evoluir, e Boswell chutou o field-goal de 45 jardas, que determinou a virada no placar: 37-34 Steelers, na frente pela primeira vez desde o primeiro quarto. Pressão total em cima de Justin Herbert, mas o segundo-anista não se abalou e na terceira jogada da campanha, encontrou Mike Williams livre em um passe longo no canto esquerdo do campo, e viu seu recebedor correr para a endzone em uma jogada de 53 jardas, colocando 41-37 no placar para a loucura da torcida presente no SoFi Stadium.

 

Com dois minutos no relógio os Steelers precisavam cruzar o campo, mas a campanha não evoluiu. Foram 2 sacks seguidos, um de Fackrell e outro de Bosa, que colocaram o time em uma quarta descida para 32 jardas, resultando em um passe incompleto de “Big” Ben buscando James Washington, para encerrar uma das melhores partidas do ano e colocar ponto final em um jogo épico.

 

Final: Los Angeles Chargers 41 x 37 Pittsburgh Steelers