Conteúdo

Cestas, tocos e empurrões; Confira como foi o jogo 2 entre Hawks e 76ers, que contou com arrancada de Philadelphia para a vitória 

9 de junho de 2021

(por Natassjia Bouchard)
 

Com medo do mesmo início de jogo da partida passada por parte do Atlanta Hawks, o Philadelphia 76ers, liderado por Tobias Harris, impôs uma intensidade de partida diferente. Harris, anotou, somente no primeiro quarto, 16 pontos. Enquanto do lado anfitrião tudo estava indo bem, os Hawks ainda não havia conseguido encaixar o jogo no ritmo ditado. Um grande exemplo foi a estrela Trae Young, que nos primeiros 12 minutos converteu somente quatro pontos. 

A tentativa de mudar o destino da partida pelo lado visitante começa já no segundo quarto, onde os Hawks perdiam de 33 a 20. Nate McMillan coloca Gallinari e Huerter, que entram muito bem e diminuem a distância do placar, chegando a cinco pontos de diferença e vencendo o quarto por 35-24. O clima entre as equipes esquentou, enquanto os Hawks apostavam no ataque e nas bolas de três pontos, os Sixers colocavam suas fichas na defesa pesada e no jogo rápido. Capela e Embiid se enfrentaram no garrafão com um confronto além do corpo a corpo, mas sangue a sangue. 

Quando Capela deixava as quadras e Gallinari entrava na partida, a situação ficava ainda mais complicada e somente o corpo a corpo não bastava. Embiid, já conhecido por seu temperamento, não conseguia tolerar a marcação de Gallinari, o pivô  jogou seu corpo contra o italiano que caiu no chão, quando Danilo se levantou, Embiid tromba seu corpo com o do jogador e logo após se irrita e o empurra, bem assim mesmo, na cara dura. E, na maior cara de pau, o árbitro, que ao invés de expulsar o jogador (e talvez ambos jogadores, junto com Gallinari), marcou somente a falta flagrante 1 e seguiu com a partida. 

O primeiro tempo terminou em clima de guerra, o vai e vem da liderança começou, mas terminou rápido, pois após os Hawks conseguirem tomar a frente, os Sixers começaram uma onda de cestas e lideraram o segundo tempo por completo. Somente Joel Embiid anotou 24 pontos, mas a grande revelação foi Shake Milton, que após muitos jogos sem jogar bem, chegou para fazer a diferença no resultado final, anotando 14 pontos somente no fim do terceiro quarto e no último período.


Final: Atlanta Hawks 102 @ 118 Philadelphia 76ers



 

Com a derrota, os Hawks conseguem analisar diversos erros. Muitas vezes o ataque parecia “afobado”, sem muita rotação de bola e arremessos não planejados. É preciso atentar-se mais, pois na partida desta terça-feira (8), o time levou 28 pontos por “turnovers” e, mesmo o Philadelphia sendo o time da eterna promessa, a equipe que o enfrenta deve priorizar o ataque consciente e, com certeza, perguntar-se como conseguirão parar Joel Embiid no próximo jogo, que inclusive, será sexta-feira (11).   

Destaques da partida

Philadelphia 76ers

Joel Embiid: 40 pontos e 13 rebotes. 

Tobias Harris: 22 pontos, 6 rebotes e 4 assistências. 

Seth Curry: 21 pontos.

Atlanta Hawks

Danilo Gallinari: 21 pontos e 9 rebotes. 

Trae Young: 21 pontos e 11 assistências. 

Kevin Huerter: 20 pontos.