Conteúdo

Celtics e Lakers se complicam na luta por vaga direta nos playoffs, Jazz vence em noite de "carrer high" de Bogdanovic, Heat assume a sexta colocação do Leste e mais

8 de maio de 2021

(por Daniel Morales)
 

Confira como foi a sexta-feira (7) da NBA.
 

Los Angeles Lakers 101 x 106 Portland Trial Blazers

O Jogo mais importante da temporada regular! Bem, pelo menos foi assim que a mídia e os fãs da NBA colocaram o jogo entre Blazers e Lakers devido às duas equipes chegarem com a mesma campanha de 37 vitórias e 29 derrotas para o confronto. Melhor para os Blazers, que em um jogo muito disputado como de esperado, venceu os Lakers e empurrou LA para a zona de play-in. Damian Lillard pelos Blazers e Anthony Davis pelos Lakers, fizeram um show a parte! Lillard, com seus 38 pontos, foi fundamental para que o time de Oregon vencesse o jogo e AD com 36 pontos manteve o time da Califórnia vivo até o final. Porém, Cj McCollum e Norman Powell foram muito importantes na pontuação dos Blazers e contribuíram bastante para a vitória dos donos da casa. Com isso, os Blazers chegaram ao 6° lugar e entraram na zona de playoffs. 

Destaques

Blazers: Damian Lillard (38pts, 4reb e 7ast)

Lakers: Anthony Davis (36pts, 12reb e 5ast).

 

Boston Celtics 99 x 121 Chicago Bulls 

No United Center, em Chicago, os Bulls venceram com louvor o desfalcado Boston Celtics em péssima noite de Jayson Tatum. A partida  desta sexta-feira (7) também marcou a volta do público no ginásio dos Bulls depois de mais de um ano com os portões fechados. O primeiro quarto foi bastante disputado com direito a oito mudanças de liderança nos primeiros doze minutos. Pelo lado dos donos da casa, Zach Lavine, Coby White e Nikola Vucevic davam as cartas, e pelo lado celta, Kemba Walker e Evan Fournier carregavam o piano para a franquia 17 vezes campeã da NBA. Mas, devido aos desfalques e a noite muito abaixo da média de Jayson Tatum, o Boston Celtics teve dificuldades no ataque e viu o Bulls abrir vantagem. Tal vantagem que chegou a quatorze pontos no fim do intervalo. E o Chicago Bulls seguiu melhor no terceiro período, com uma partidaça de Vucevic em noite de triplo-duplo e a dupla Coby White e Lavine combinando pra 50 pontos. Os Celtics até tentaram reagir no quarto período, com Kemba Walker carregando o time de Brad Stevens na costa e sendo o cestinha da partida. Os celtas até cortaram a diferença que chegou a ser de 20 pontos para 8 pontos, mas, após “timeout" pedido por Billy Donovan, os Bulls acabaram com qualquer chance de reação do time de branco e verde, e confirmou a boa e tranquila vitória.

Destaques

Celtics: Kemba Walker (33pts e 4reb) 

Bulls: Nikola Vucevic (18pts, 14reb e 10ast). 

 

Orlando Magic 112 x 122 Charlotte Hornets

No Spectrum Center, em Charlotte, os Hornets receberam o Orlando Magic com objetivo de vencer para seguir na luta por vaga direta nos playoffs. E a vitória veio! Em jogo muito disputado, os Hornets bateram o Orlando Magic por dez pontos de diferença. O time do estado da Flórida começou melhor e venceu o primeiro quarto por 31-26. Os responsáveis por carregar o piano de Orlando foram o ala Dwayne Bacon e o rookie Cole Anthony, sendo os principais cestinhas do Magic na noite. Mas, no restante da partida, o trio PJ Washington, Lamelo Ball e, principalmente, Terry Rozier, lideraram os donos da casa para a reação, e os Hornets venceram o segundo período. Na segunda metade o jogo seguiu equilibrado, mas o Charlotte Hornets conseguiu segurar o ímpeto do Magic, que mesmo tendo feito um grande jogo não conseguiu evitar mais uma derrota. Grande triunfo do Charlotte Hornets, que segue muito vivo na luta por vaga direta nos playoffs.

Destaques

Magic: Dwayne Bacon (28pts e 4reb)

Hornets: Terry Rozier (28pts,  5reb e 6ast).

 

Houston Rockets 133 x 141 Milwaukee Bucks

No estado do Wisconsin, o já classificado Milwaukee Bucks recebeu os já eliminado Houston Rockets, no Fiserv Forum. Vitória dos Bucks por oito pontos de vantagem. Apesar da diferença entre as duas equipes, o primeiro tempo foi muito disputado, com o Houston Rockets fazendo jogo duro e, com isso, os primeiros doze minutos terminaram empatados em 34-34. O bom começo de jogo dos texanos, se deu graças às boas partidas de Kenyon Martin Jr, que foi o principal cestinha do duelo, e do pivô canadense Kelly Olynyk, que além de ter sido o principal reboteiro da noite, também foi o segundo principal cestinha de Houston na peleja. No segundo período o equilíbrio continuou e os Rockets foram para o intervalo na frente por um ponto. Entretanto, os visitantes ligaram o modo "tank" e o Milwaukee Bucks foi muito superior no terceiro quarto. Foram 43 pontos dos Bucks nos primeiros 12 minutos do segundo tempo. Destaque para o pivô Brook Lopez, que foi o cestinha de Milwaukee no jogo. Giannis Antetokounmpo, que além de contribuir na pontuação foi o principal reboteiro do time na noite, além de Khris Middleton e Jrue Holiday. O equilíbrio voltou no último quarto e os Rockets venceram o período derradeiro, mas nada que tirasse mais uma vitória do Milwaukee Bucks!

Destaques

Rockets: Kenyon Martin Jr (26pts, 7reb e 7ast)

Bucks: Khris Middleton (23pts).

 

Cleveland Cavaliers 90 x 110 Dallas Mavericks

Luka Doncic e companhia, levaram os Mavericks a mais uma vitória e o time de Dallas está cada vez mais perto de confirmar uma vaga direta para os playoffs. A vítima da vez foi o Cleveland Cavaliers, que já está eliminado e não possui mais possibilidades nem de chegar ao Play-in. Apesar disso a peleja foi bastante disputada e dividida em dois tempos bem distintos. No primeiro tempo (nos períodos iniciais) os Mavericks dominaram e construíram sua vitória nos primeiros 24 minutos da partida, além de destacar mais um grande jogo de Luka Doncic, Tim Hardaway Jr, os principais pontuadores dos Mavs na noite, Trey Burke, que anotou oito pontos na partida, acertou o Buzzer Beater no meio da quadra no fim do primeiro quarto. Nos últimos dois períodos os Cavs forma melhores e venceram os dois quartos do segundo tempo. Destaque para Collin Sexton e Cedi Osman, os principais cestinhas dos Cavaliers na noite. Porém, não adiantou muito, pois o Dallas Mavericks foi quem venceu o duelo. Doncic chegou a 5,000pts na carreira, sendo o Jogador mais rápido a chegar essa marca. 

Destaques

Cavaliers: Collin Sexton (27pts, 4reb e 4ast)

Mavericks: Luka Doncic (24pts e 8reb).

 

Denver Nuggets 120 x 127 Utah Jazz 

Em Salt Lake City, confronto entre dois times já classificados para os playoffs. Jazz e Nuggets fizeram um grande jogo, disputado até o final que terminou em vitória dos donos da casa. Pelo lado do time do Colorado, Michael Potter Jr e Nikola Jokic foram os principais destaques dos Nuggets na partida, mas pelo lado do Jazz, Bojan Bogdanovic esteve em uma noite inspirada e com 48 pontos chegou ao seu "carrer high”! Ainda pelos donos da casa, Jordan Clarkson como sempre ajudou muito vindo do banco com seus 21 pontos. Clarkson é um dos favoritos a levar o prêmio de 6° homem ao final da temporada regular. O Utah Jazz chegou a mais uma vitória na temporada incrível feita pela equipe de Salt Lake City. E, mesmo sem Donovan Mitchell, venceu um grande adversário, o Denver Nuggets, do favorito ao levar o MVP, Nikola Jokic.

Destaques

Nuggets: Nikola Jokic (24pts, 9reb e 13ast)

Jazz: Bojan Bogdanovic (48pts e 8reb).

 

New York Knicks 105 x 128 Phoenix Suns

Já classifacado para os playoffs, o Phoenix Suns recebeu os Knicks, que ainda estão na luta por vaga direta na pós temporada. Vitória do time do Arizona, que mesmo não tendo feito um grande primeiro tempo, graças as boas partidas da dupla RJ Barret e Julius Randle pelo lado dos Knicks, reagiu nos últimos dois quartos devido as boas atuações de DeAndre Ayton, o pivô foi o principal cestinha do jogo com 26 pontos e ainda pelo time do Suns, Booker, Bridges e Chris Paul, tiveram uma ótima atuação tendo todos esses citados pontuação com mais de dois dígitos. O Phoenix Suns agora só aguarda o fim da temporada regular, enquanto briga ainda pelo primeiro lugar no Oeste, já o NY Knicks, luta ainda por uma vaga direta nos playoffs. 

Destaques

Knicks: Julius Randle (24pts, 11reb e 4ast)

Suns: Deandre Ayton (26pts e 15reb).

 

San Antonio Spurs 113 x 104 Sacramento Kings. 

Brigando por vaga no play-in, os Spurs foram até Sacramento para enfrentar o Kings, que por sua vez possui ainda chances remotas de chegar nos playoffs. Mas, mesmo sem Haliburton, os Kings fizeram jogo duro só decidido no final. Terrence Davis, mesmo vindo do banco, foi o principal cestinha dos Kings na partida com 24 pontos. Mas, o San Antonio Spurs sabia da necessidade da vitória e a buscou! DeMar DeRozan e Dejounte Murray carregaram o piano para os texanos e levaram os Spurs a um triunfo importantíssimo. 

Destaques

Kings: Terrence Davis (24pts)

Spurs: DeRozan (25pts e 6reb).

 

Minnesota Timberwolves 112 x 121 Miami Heat

No American Arlines Arena, em Miami. O Heat recebeu o Minnesota Timberwolves, venceu o confronto e, com isso, entrou na zona de playoffs, graças a derrota do Boston Celtics para o Chicago Bulls. Os visitantes começaram melhores a partida e venceram o primeiro quarto por 32 - 28, com destaque para Karl Anthony-Towns e Anthony Edwards. A dupla vem sendo os grandes destaques dos lobos nesse final de temporada. Porém, Minnesota não aguentou e sucumbiu no restante da partida. Com grande atuação coletiva, o Miami Heat não teve problemas para reagir e vencer o jogo mesmo com uma vantagem de menos de dois dígitos. Jimmy Bulter, Goran Dragic e Tyler Herro, passaram da casa dos 20 pontos e foram os grandes destaques da partida. Principalmente Butler, que foi o cestinha com 25 pontos junto de Anthony Edwards, com os mesmos 25 pontos. A vida do Heat ficou ainda mais fácil após D'Angelo Russell ser ejetado no terceiro quarto e com isso foi só administrar o resultado para garantir mais uma vitória para o Miami Heat.

Destaques

Timberwolves: Karl Anthony-Towns (27pts, 6reb e 4ast)

Heat: Jimmy Bulter (25pts, 8reb e 6ast).

 

New Orleans Pelicans 107 x 109 Philadelphia 76ers

Confira como foi mais uma vitória do líder do leste: https://www.playmakerbrasil.com.br/noticia/sixers-conquistam-setima-vitoria-consecutiva-e-deixam-os-pelicans-em-situacao-dificil