Conteúdo

Celtics apresentam domínio defensivo, vencem o Heat e ficam a uma vitória da final da NBA

26 de maio de 2022

(por Rafael Lima)

O Boston Celtics foi à FTX Arena disposto a roubar o mando de quadra e, com o time completo, a equipe celta demonstrou consistência defensiva desde o início para, mesmo não brilhando no ataque no primeiro tempo, vencer um apático Miami Heat, que parece ter chegado no limite físico.

O Jogo

As defesas começaram dominantes, as equipes demoraram dois minutos para realizar a primeira cesta, porém, logo Boston se estabeleceu melhor no ataque, e passou a liderar.

Apesar disso, a dificuldade para pontuar ainda existia, dos dois lados. Após um pedido de tempo, Miami melhorou, roubou duas bolas em sequência e passou a pegar a defesa celta desguarnecida para virar o jogo, assumindo a liderança pela primeira vez (15-14). Entretanto, o duelo seguiu muito defensivo e o primeiro quarto finalizou com um placar baixo (19-17) em favor dos anfitriões.

No segundo período as defesas seguiam implacáveis, mas Miami ainda conseguia pontuar, mesmo com dificuldades. Boston chegou a ficar cinco minutos sem marcar pontos e não conseguia estabelecer um jogo ofensivo. Sendo assim, o Heat, aos trancos e barrancos, se mantinha em vantagem.

O time de South Beach era melhor, mas não conseguia abrir uma grande diferença, já que o ataque cometia muitos erros e não tinha vida fácil. Só que Miami continuava na frente pela boa defesa, os frequentes erros celtas e, principalmente, os rebotes ofensivos (9) e os pontos de segunda chance (16), que fizeram os anfitriões irem para o intervalo na frente (42-37).

Os Celtics voltaram do intervalo arrasadores e impuseram uma “run” de 8 a 0, assumindo a ponta. Mas, a partir daí Miami equilibrou as ações e a partida voltou a apresentar defesas sufocantes tornando a vida difícil das ofensivas. Os times trocavam cestas e ninguém conseguia estabelecer um domínio.

O Heat, na reta final do terceiro quarto não conseguia pontuar, engolido pela defesa física de Boston, que punia os anfitriões na transição, anotando uma “run” de 10-0 para ir para o quarto período com dígitos duplos de diferença (69-58).

Na etapa final o Boston Celtics voltou doutrinando com sua dupla de craques Jayson Tatum e Jaylen Brown, com destaque para uma enterrada absurda do segundo, que passaram a dar um show no ataque, fazendo a diferença aumentar cada vez mais, deixando o jogo inviável para Miami.

Tudo que os anfitriões arremessavam não caia e a moral do time despencava, deixando claro que o quinto confronto tinha dono e era o Boston Celtics, conquistando o triunfo de forma até tranquila no último quarto.

Final: Boston Celtics 93-80 Miami Heat

A defesa celta e o fator físico fizeram toda a diferença para a vitória verde. Além disso, vale ressaltar o abismo entre as estrelas de Boston e as de Miami. Jayson Tatum (22pts, 12reb e 9ast) e Jaylen Brown (25pts) tiveram um segundo tempo excelente, enquanto Bam Adebayo (18pts e 10reb) e Jimmy Butler (13pts e 6reb) foram bem tímidos, isso sem falar na atuação constrangedora de Kyle Lowry, que não pontuou e nem cedeu assistência, terminando o duelo com apenas um rebote.

Com o “momento” da série a favor, mais inteiro fisicamente e apresentando um repertório maior, os Celtics tem tudo para voltar à final da NBA após 12 anos.